Lídio Martins Barbosa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Lídio Martins Barbosa
deputado à Assembleia Legislativa Estadual de Santa Catarina
Período (1ª legislatura) 1891
a 1893
Dados pessoais
Nascimento 3 de outubro de 1864
Biguaçu,
Santa Catarina,
Império do Brasil
Morte 24 de agosto de 1913 (48 anos)
Biguaçu,
Santa Catarina,
Brasil
Nacionalidade Brasileiro
Progenitores Mãe: Maria Antônia Regis Barbosa
Pai: João Martins Barbosa
Esposa Maria Lucília de Medeiros Barbosa
Filhos Renato de Medeiros Barbosa
Profissão jornalista

Lídio Martins Barbosa (Biguaçu, 3 de outubro de 1864 — Biguaçu, 24 de agosto de 1913) foi um jornalista e político brasileiro.

Vida[editar | editar código-fonte]

Filho de João Martins Barbosa e de Maria Antônia Regis Barbosa. Nasceu na localidade de São Miguel. Irmão de Ricardo Martins Barbosa. Casou com Maria Lucília de Medeiros Barbosa, consórcio do qual nasceu, dentre outros, Renato de Medeiros Barbosa.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Trabalhou no jornal "A Tribuna", juntamente com Cruz e Sousa, Virgílio Várzea e Fausto Augusto Werner.

Foi deputado à Assembleia Legislativa Estadual de Santa Catarina na 1ª legislatura (1891 — 1893), como suplente convocado.[1]

É patrono da cadeira 28 da Academia Catarinense de Letras.

Referências

  1. Lídio Martins Barbosa, Memória Política de Santa Catarina, em memoriapolitica.alesc.sc.gov.br

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Piazza, Walter: Dicionário Político Catarinense. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1985.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Logo academia.gif ACL - patrono da cadeira 28
Sucedido por
Osvaldo Melo
(fundador)


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.