Triborato de lítio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Triborato de lítio
Alerta sobre risco à saúde
Identificadores
Número CAS 12007-41-9
Propriedades
Fórmula química B3LiO5
Massa molar 119.34 g mol-1
Aparência Sólido cristalino incolor
Densidade 2,747 g/cm3
Ponto de fusão

834 °C, 1107 K, 1533 °F

Índice de refracção (nD) 1,5656
Estrutura
Forma molecular Ortorrômbico
Exceto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições normais de temperatura e pressão

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

Triborato de lítio (LiB3O5), abreviado na literatura como LBO (do inglês lithium boron oxide) é um cristal óptico não linear. Possui uma grande variação de transparência, acoplamento não-linear moderadamente alto, alto limiar de dano e propriedades químicas e mecânicas desejáveis. Este cristal é frequentemente usado para geração de segundo harmônico (SHG, second harmonic generation, fenômeno também conhecido como duplicação de frequência), por exemplo de lasers Nd-YAG (1064 nm → 532 nm). LBO pode apresentar tanto criticamente como não críticamente, correspondência de fase. No último caso, o cristal deve ser aquecido ou arrefecido dependendo do comprimento de onda.

Triborato de lítio foi descoberto e desenvolvido pelo Instituto de Pesquisa sobre a Estrutura da Matéria Fujian, Academia Chinesa de Ciências. É um material patenteado.[1]

Referências

  1. Patente E.U.A. 4 826 283 (issued in 1989), 2023845 in Japan and CN88102084.2 in China.