Uchū Kyōdai

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Uchū Kyōdai
宇宙兄弟
(Uchū Kyōdai)
Gênero Comédia, Drama, Slice of life, Seinen
Mangá
Escrito por Chūya Koyama
Editora(s) Kodansha
Revista(s) Weekly Morning
Público-alvo Seinen
Data de publicação 6 de dezembro de 2007 – em andamento
Volumes 38
Anime
Direção Ayumu Watanabe
Estúdio A-1 Pictures
Emissoras de televisão Japão NNS, YTV
Exibição original 1 de abril de 201222 de março de 2014
Episódios 99
Filme
Duração 129 minutos.
Direção Yoshitaka Mori
Roteiro Mika Ohmori
Estúdio Tōhō
Lançamento 5 de maio de 2012
Wikipe-tan face.svg Portal Animangá

Uchū Kyōdai (宇宙兄弟 lit. "Irmãos Espaciais"?) é uma série de mangá escrita por Chūya Koyama, que é serializada pela revista Weekly Morning da Kodansha desde dezembro de 2007. Foi indicado duas vezes para o Manga Taishō, em 2009 e 2010. A adaptação em anime foi feita pelo estúdio A-1 Pictures, e estreou no Japão em 1 de abril de 2012 até 22 de março de 2014. O filme em live action estreou em 5 de maio de 2012. E o filme do anime, intitulado Uchū Kyōdai #0 estreou em 9 de agosto de 2014 no Japão.[1]

Enredo[editar | editar código-fonte]

No verão de 2006, Mutta Namba e seu irmão mais novo, Hibito, acham que viram um OVNI, que voou em direção à lua. Hibito decide que irá pra Lua enquanto Mutta decide que irá pra Marte. Dezenove anos depois, no ano de 2025, Hibito torna-se um astronauta de pleno direito na Agência Japonesa de Exploração Aeroespacial (JAXA), designado para servir em uma missão para a lua. Mutta, por outro lado, não foi tão bem sucedido em alcançar seus sonhos. No entanto, logo após ser demitido de seu emprego, Mutta relembra de suas ambições passadas e começa sua jornada para se tornar um astronauta e alcançar seu irmão mais novo. A história segue Mutta em todas as etapas da seleção para se tornar um astronauta, será que ele conseguirá realizar seu sonho?

Mídia[editar | editar código-fonte]

Mangá[editar | editar código-fonte]

O mangá foi escrito por Chūya Koyama e serializado pela revista Weekly Morning na Kodansha em dezembro de 2007, e foram lançados 38 volumes tankōbon até agosto de 2020.

Anime[editar | editar código-fonte]

A adaptação do anime foi feita pelo estúdio A-1 Pictures e estreou no Japão em 1 de abril de 2012, e foi transmitido simultaneamente pelo Crunchyroll. A série foi licenciada na América do Norte pela Sentai Filmworks. O trigésimo primeiro episódio, que foi estreou em 4 de novembro de 2012, apresentou um trecho da gravação de voz no espaço pelo astronauta Akihiko Hoshide através da Estação Espacial Internacional. O especial intitulado "Puranetariumu Uchū Kyōdai ~Itten no Hikari~" (プラネタリウム 宇宙兄弟~一点のひかり~ lit. Planetário: Irmãos Espaciais ~Um ponto de Luz~?) foi exibido em planetários durante o verão de 2012 e foi lançado em DVD com o 10º volume do mangá em 22 fevereiro de 2013.[2]

Música[editar | editar código-fonte]

Temas de abertura
  1. "Feel So Moon" por Unicorn (ep 1-13)
  2. "Eureka" (ユリーカ Yurīka?) por Sukima Switch (ep 14-26)
  3. "Yumemiru Sekai" (夢見る世界? lit. "Dream-like World") por DOES (ep 27-38)
  4. "Small World" por Fujifabric (ep 39-51)
  5. "Kienai E" (消えない絵? lit. "Non-Disappearing Drawing") por Magokoro Brothers (ep 52-64)
  6. "Crater" (クレーター Kurētā?) por Merengue (ep 65-75)
  7. "HALO" por tacica (ep 76-87)
  8. "B.B." por THE Yatou (ep 88-99)
Temas de encerramento
  1. "Subarashiki Sekai" (素晴らしき世界? lit. "This Wonderful World") por Rake (ep 1-13)
  2. "Kokuhaku" (告白? lit. "Confession") por Angela Aki (ep 14-26)
  3. "Tete" (テテ? lit. "Hands") por Akihisa Kondō (ep 27-38)
  4. "Goodbye Issac" (グッバイ・アイザック Gubbai Aizakku?) por Motohiro Hata (ep 39-51)
  5. "Beyond" por Miho Fukuhara (ep 52-64)
  6. "Yozora no Taiyō" (夜空の太陽? lit. "Sun in the Night Sky") por Flower Companyz (ep 65-75)
  7. "New World" por Kasarinchu (ep 76-87)
  8. "Anata ga Ireba OK!" por Serena (ep 88-99)

Filmes[editar | editar código-fonte]

Filme Live Action[editar | editar código-fonte]

A adaptação do filme live-action foi adaptado por Tōhō e lançada nos cinemas japoneses em 5 de maio de 2012, e mostrada no Japanese Film Festival na Austrália, no mesmo ano.[3] A adaptação foi escrita por Chuya Koyama e dirigido por Yoshitaka Mori, com Shun Oguri e Masaki Okada atuando como Mutta e Hibito. O astronauta Buzz Aldrin também participou do filme. O tema musical do filme foi "Every Teardrop Is a Waterfall" do álbum Mylo Xyloto da banda Coldplay. O filme ganhou os prêmios "Melhor Puchon" e "Escolha do Cidadão na NH Nonghyup" no 16º Puchon International Fantastic Film Festival.[4]

Filme do anime[editar | editar código-fonte]

O filme do anime, intitulado Uchū Kyōdai #0 foi lançado no Japão em 9 de agosto de 2014. O criador do mangá, Chūya Koyama escreveu o roteiro do filme.

Recepção[editar | editar código-fonte]

Foi indicado duas vezes para o Manga Taishō, em 2009 e 2010. Em 2011, ganhou o prêmio de melhor mangá geral apresentado no 56ª Prêmio de Mangá Shogakukan e Prêmio de Mangá Kōdansha (ao lado de Sangatsu no Lion de Chica Umino). Em 2014, ganhou o Prêmio do Leitor no 18º Prêmio Cultural Tezuka Osamu.[5]

O asteróide, 13163 Koyamachuya, foi nomeado após a criação.

Referências

  1. «Space Brothers #0 Anime Film's Teaser Previews Origin Story - News - Anime News Network:USA &Canada» (em inglês). Anime News Network. 8 de fevereiro de 2014. Consultado em 21 de agosto de 2014 
  2. «Space Brothers Manga to Bundle Planetarium Anime DVD - News - Anime News Network:UK» (em inglês). Anime News Network. 23 de agosto de 2013. Consultado em 27 de agosto de 2013 
  3. «Live-Action Space Brothers Plays in Australia - News - Anime News Network:UK» (em inglês). Anime News Network. 23 de agosto de 2013. Consultado em 27 de agosto de 2013 
  4. «Live-Action Space Brothers Wins Awards at Puchon Film Fest - News - Anime News Network:UK» (em inglês). Anime News Network. 23 de agosto de 2013. Consultado em 27 de agosto de 2013 
  5. «March comes in like a lion Wins 18th Tezuka Osamu Prizes' Top Award» (em inglês). Anime News Network. 24 de março de 2014. Consultado em 30 de julho de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre mangá e anime é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.