Universidade de Glasgow

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Universidade de Glasgow
University of Glasgow
Latim:Universitas Glasguensis
Lema Via, Veritas, Vita
Fundação 1451
Tipo de instituição Pública
Localização Glasgow, Escócia
Funcionários técnico-administrativos 4003
Chanceler Dama Katherine Grainger
Reitor(a) Rita Rae
Docentes 4680 (2020)
Total de estudantes 23.357
Pós-graduação 6.426
Cores
                     
Orçamento anual £809.4 milhões
Página oficial www.gla.ac.uk

A Universidade de Glasgow ou, na sua forma portuguesa, de Glásgua (em inglês University of Glasgow) é uma instituição pública de pesquisa em Glasgow, Escócia. Fundada por bula papal em 1451, é a quarta universidade mais antiga do mundo anglo-saxônico e uma das quatro universidades mais antigas da Escócia. Juntamente com as universidades de Edimburgo, Aberdeen e St Andrews, foi parte do Iluminismo Escocês durante o século XVIII.

Em comum com as universidades da era pré-moderna, Glasgow originalmente educou estudantes de origem abastada; passou a atender também às necessidades dos alunos da crescente classe média urbana e comercial no ensino superior britânico no século XIX. Atendeu a todos esses alunos preparando-os para profissões: direito, medicina, serviço público, ensino e igreja. Também treinou números menores, mas crescentes, para carreiras em ciências e engenharia.[1] A receita anual da instituição para 2020-21 foi de 809,4 milhões de libras, das quais 173,3 milhões foram provenientes de bolsas e contratos de pesquisa, com uma despesa de 693,1 milhões de libras.[2] Faz parte da Universitas 21, do Grupo Russell[3] e do Guild of European Research-Intensive Universities.

Estava localizada originalmente na High Street da cidade; desde 1870, seu campus principal fica em Gilmorehill, na região de West End.[4] Além disso, vários edifícios universitários estão localizados em outros lugares, como a Escola de Medicina Veterinária em Bearsden e o campus Crichton em Dumfries.[5]

Os ex-alunos da Universidade de Glasgow incluem algumas das principais figuras da história moderna, incluindo James Wilson, signatário da Declaração de Independência dos Estados Unidos, 3 primeiros-ministros do Reino Unido (William Lamb, Henry Campbell-Bannerman e Andrew Bonar Law), 2 primeiros-ministros escoceses (Nicola Sturgeon e Donald Dewar), o economista Adam Smith, o filósofo Francis Hutcheson, o engenheiro James Watt, o físico Lord Kelvin, o cirurgião Joseph Lister, juntamente com 8 ganhadores do Prêmio Nobel e vários medalhistas de ouro olímpicos, incluindo a atual chanceler, a Dama Katherine Grainger.

Biblioteca[editar | editar código-fonte]

A Biblioteca da Universidade, situada na Rua Hillhead, em frente ao Edifício Principal, é uma das maiores e mais antigas bibliotecas da Europa. Situada em 12 andares, abriga mais de 3 milhões de livros e periódicos, além de fornecer acesso a uma ampla gama de recursos eletrônicos, incluindo mais de 51 900 periódicos eletrônicos. Também abriga seções de periódicos, microfilmes, coleções especiais e materiais raros.[6] Aberta das 7h às 2h durante quase todo ano, a biblioteca é um recurso não só para a comunidade acadêmica.

Além da biblioteca principal, também existem bibliotecas de disciplinas para Medicina, Química, Odontologia, Medicina Veterinária, Educação, Direito, História da Arte e a Faculdade de Ciências Sociais, que são mantidas em bibliotecas filiais ao redor do campus.[7] Em 2007, foi inaugurada uma seção de última geração para abrigar a coleção de fotografias históricas da biblioteca, financiada pela Fundação Wolfson.[7]

Os Arquivos da Universidade de Glasgow são o local central de depósito dos registros da universidade, criados e acumulados desde sua fundação em 1451.[8]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Paul L. Robertson, "The Development of an Urban University: Glasgow, 1860–1914," History of Education Quarterly, Winter 1990, Vol. 30#1 pp 47–78
  2. «Reports and Financial Statements for the year to 31 July 2021» (PDF). University of Glasgow (em inglês). Consultado em 15 de fevereiro de 2022 
  3. «Russell Group | University of Glasgow». The Russell Group (em inglês). Consultado em 15 de fevereiro de 2022 
  4. «University of Glasgow :: About us :: maps and travel». University of Glasgow (em inglês). Consultado em 15 de fevereiro de 2022 
  5. "Building Knowledge – An Architectural History of the University of Glasgow" published by Historic Scotland in association with the University (2013)
  6. «Libraries, museums and archives». University of Glasgow (em inglês). Consultado em 15 de fevereiro de 2022 
  7. a b «Glasgow University Library Timeline». Special.lib.gla.ac.uk. Consultado em 15 de fevereiro de 2022 
  8. «University of Glasgow Archive Services». Scottish Council on Archives (em inglês). Consultado em 15 de fevereiro de 2022