Vannozza dei Cattanei

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Julho de 2012). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Vannozza dei Cattanei
Retrato por Innocenzo di Pietro Francucci da Imola.
Nascimento 13 de julho de 1442
Mântua, Lombardia, Itália
Morte 24 de novembro de 1518 (76 anos)
Roma, Itália
Nacionalidade Itália Italiana
Cônjuge Domenico d'Arignano
Filho(s) César Bórgia
Giovanni Bórgia
Lucrécia Bórgia
Gioffre Bórgia
Ocupação Amante do Papa Alexandre VI

Vannozza dei Cattanei (13 de julho de 1442 - Roma, 24 de novembro de 1518) foi uma das muitas amantes de Rodrigo Bórgia. Ela deu à luz a linhagem dos Bórgia italiano quando Rodrigo era cardeal, futuramente o Papa Alexandre VI (em violação aos votos de celibato que o Papa tomou), e entre eles, cujo relacionamento durou um longo tempo. Seus pais eram Jacopo dei Cattanei e Mencia Pinctoris.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascida em 1442 em Mântua de pais nobres, ela se mudou para Roma, onde era proprietária de diversas pousadas (osterie), a primeira em Borgo, em seguida, em Campo de Fiori. Antes de se tornar amante de Alexandre, teve um suposto relacionamento com o Cardeal Giuliano della Rovere, o futuro Papa Júlio II.

A relação com Alexandre VI começou em 1470, e ela lhe deu quatro filhos que ele reconheceu abertamente como seus próprios:

Após sua posse como Papa, a paixão por Vannozza por parte de Rodrigo diminuiu, forçando a sua amante ter uma vida de aposentada, mas confortável. Seu lugar foi tomado por Giulia Farnese, da família dos Orsini, mas Alexandre VI, continuou a ter carinho tanto por Vannozza quanto seus filhos.

Vannozza em retrato de autor desconhecido.

Ela teve quatro maridos. Primeiro se casou com Domenico d'Arignano. Seu segundo marido foi Antonio de Brescia. Em 1480, casou-se com Giorgio della Croce. Teve um filho chamado Ottaviano com ele. Quando ficou viúva, ela, finalmente, casou-se com Carlo Canale.

Faleceu em 1518, após uma vida de penitência e expiação em seus últimos anos, doou todos os seus bens à Igreja. Ela foi enterrada na Igreja de Santa Maria del Popolo, em Roma, onde estava seu filho Giovanni. Contudo, os restos de ambos não são preservados, já que durante o saque de Roma em 1527 por lansquenete alemães, a capela foi saqueada e despojada de suas riquezas. Só recuperou a lápide que foi fixada no patamar de São Marcos Kirche, em frente ao Capitólio.

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Vannozza dei Cattanei

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. I. Cloulas, The Borgias, p. 52

Fontes[editar | editar código-fonte]

  • R. Gervaso Borgiowie, Katowice 2007