Veit Harlan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2017). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Veit Harlan
Nome nativo Veit Harlan
Nascimento 22 de setembro de 1899
Berlim
Morte 13 de abril de 1964 (64 anos)
Capri
Cidadania Alemanha
Progenitores Pai:Walter Harlan
Cônjuge Dora Gerson
Filho(s) Thomas Harlan, Maria Körber
Ocupação realizador, ator, roteirista

Veit Harlan (22 de Setembro de 1899, Berlim, Alemanha - 13 de Abril de 1964, Capri, Itália) foi um actor e um realizador alemão.

História[editar | editar código-fonte]

Tornou-se particularmente famoso ao realizar o filme de propaganda anti-semita encomendado pelo ministro da propaganda Nazi, Joseph Goebbels. O facto de ter realizado esse filme valeu-lhe desde então uma reputação polémica. Finda a Segunda Guerra Mundial, Harlan foi acusado pelas novas autoridades democráticas de ter contribuido com a sua obra para o anti-semitismo Nazi. O procurador do estado no primeiro julgamento, em 1949/1950, pediu a sua prisão por dois anos e o pagamento de uma coima igual ao montante que ele recebeu de Goebbels para a realização do filme. A sentença, porém ilibou-o de qualquer culpa, alegando não haver uma ligação directa e comprovada entre a propaganda Nazi e os crimes cometidos pelo Nazismo. Houve recurso e vários julgamentos, mas Harlan seria ilibado de todas as culpas, por falta de provas.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um cineasta é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.