Veit Harlan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2017). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Veit Harlan
Nascimento 22 de setembro de 1899
Berlim
Morte 13 de abril de 1964 (64 anos)
Capri
Sepultamento Capri
Cidadania Alemanha
Progenitores Pai:Walter Harlan
Cônjuge Dora Gerson
Filho(s) Thomas Harlan, Maria Körber
Irmão(s) Peter Harlan
Ocupação diretor de cinema, ator, roteirista
Causa da morte Pneumonia

Veit Harlan (22 de Setembro de 1899, Berlim, Alemanha - 13 de Abril de 1964, Capri, Itália) foi um actor e um realizador alemão.

História[editar | editar código-fonte]

Tornou-se particularmente famoso ao realizar o filme de propaganda anti-semita encomendado pelo ministro da propaganda Nazi, Joseph Goebbels. O facto de ter realizado esse filme valeu-lhe desde então uma reputação polémica. Finda a Segunda Guerra Mundial, Harlan foi acusado pelas novas autoridades democráticas de ter contribuido com a sua obra para o anti-semitismo Nazi. O procurador do estado no primeiro julgamento, em 1949/1950, pediu a sua prisão por dois anos e o pagamento de uma coima igual ao montante que ele recebeu de Goebbels para a realização do filme. A sentença, porém ilibou-o de qualquer culpa, alegando não haver uma ligação directa e comprovada entre a propaganda Nazi e os crimes cometidos pelo Nazismo. Houve recurso e vários julgamentos, mas Harlan seria ilibado de todas as culpas, por falta de provas.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um cineasta é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.