Venceslau I de Luxemburgo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Venceslau I
200px
Conde de Luxemburgo, Arlon e Durbuy
Reinado 1353-13 de março de 1354
Predecessor Imperador Carlos IV
Duque de Luxemburgo
Reinado 13 de março de 1354-7 de dezembro de 1383
Sucessor Venceslau IV
Duque de Brabante e Limburgo
1355-1383 com Joana
Sucessor João III
Joana de Brabante
Cônjuge Joana de Brabante
Casa Real Casa de Luxemburgo
Pai João I
Mãe Beatriz de Bourbon
Nascimento 25 de fevereiro de 1337 (678 anos)
Praga
Morte 7 de dezembro de 1383 (46 anos)
Luxemburgo
Enterro Abadia d'Orval, Bélgica

Venceslau I (também Wenceslas, Venceslas, Wenceslaus, Wenzel, ou Václav, geralmente chamado de Wenceslaus de Boémia em crônicas; Praga, 25 de fevereiro de 1337Luxemburgo, 7 de dezembro de 1383) foi o primeiro Duque de Luxemburgo, a partir 1355. Era o filho de João, o Cego, Rei da Boémia, e de Beatriz de Bourbon.

Em 1353, Carlos IV Rei da Boémia, Conde de Luxemburgo e eleito Sacro-Imperador Romano, confiou o condado, herança do pai, a seu meio-irmão Wenceslau. Em 1355, quando Carlos foi coroado Sacro Imperador Romano-Germânico, elevou Luxemburgo ao status de ducado.

Em 1352, Venceslau casou-se com Joana de Brabante (13221406), filha de João III de Brabante e Limburgo e de Marie d'Évreux. Em 1355, Joana herdou tanto Brabante, quanto Limburgo. De maneira a garantir a indivisibilidade de Brabante, Venceslau assinou a Entrada Feliz, mas teve de lutar contra seu cunhado Luís II de Flandres, que reclamava os seus direitos no ducado. Wenceslau I não conseguiu evitar que Bruxelas fosse tomada pelos Flamengos, mas um certo Everard 't Serclaes foi bem sucedido em um audacioso golpe para expulsá-los da cidade. Posteriormente, Wenceslaus teve de encarar, como Duque Consorte de Brabante, principalmente desordens internas.

Em 1371, subestimou os poderes militares dos inimigos e entrou em guerra com Gulik, o que resultou em uma derrota humilhante em Baesweiler, tendo perdido parte de seu exército, além de vários nobres. Foi capturado e mantido em cativeiro durante onze meses.

Morreu em Luxemburgo e foi sucedido por Antônio de Valois como Duque de Brabante e por Venceslau II como Duque de Luxemburgo. Há especulações de que tenha morrido de lepra (pois sua esposa, Joana, em vez de acompanhá-lo, permaneceu em Bruxelas). Seu último pedido foi que seu coração fosse retirado de seu corpo e levado a sua esposa.

Wenceslau I de Luxemburgo escrevia poesias trovadoras, as quais foram encontradas por Auguste Longnon no Méliador de Jean Froissart na década de 1890 (Wenceslau era um mecenas deste cronista). O livro possui setenta e nove poemas (onze baladas, dezesseis virelais, e cinqüenta e 52 rondeaus)

Diferentes fontes atribuem quatro filhos bastardos a Venceslau I:

  • Gilles, senhor de Latour;
  • Guilherme;
  • João;
  • N..., cavaleiro teutônico (que pode se tratar da mesma pessoa que Guilherme ou João).
Precedido por
Nova criação
Duque de Luxemburgo
Coat of arms Grand Duchy of Luxembourg.png

Sucedido por
Venceslau II
Precedido por
João III
Duque de Brabante
e de Limburgo
Armoiries Brabant Limbourg.svg
consorte de Joana de Brabante

Sucedido por
Antônio de Borgonha