Vinho rosé

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Taça sendo enchida com vinho rosé

O vinho rosé (traduzido do francês, "rosa")[1] ou rosado é um tipo de vinho que apresenta coloração rosada, intermediária entre os tintos e os brancos. Esta cor pode variar de um laranja pálido a um púrpura vívido, dependendo das uvas utilizadas e técnicas de fermentação. O rosé é resultante da fermentação do suco ou mosto extraído de uvas pretas ou tintas na qual há um curto contato das cascas com o mosto, com a finalidade de se atribuir um leve toque rosado de cor[2] e sabor levemente tânico à bebida. Também pode ser obtido por corte que obtém-se pela mistura de um vinho branco com um vinho tinto.

Popularidade[editar | editar código-fonte]

Os vinhos rosés não são muito populares no Brasil e na América Latina, os de excelente qualidade chegando a ser até uma raridade no mercado. Em alguns países da Europa, contudo, sobretudo nos que são banhados pelo Mar Mediterrâneo, como Espanha, França e Itália, bem como em Portugal, os vinhos rosés são bastante apreciados e largamente consumidos, principalmente no verão.

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Vinho rosé

Referências

  1. Google tradutor. Disponível em https://translate.google.com.br/#fr/pt/ros%C3%A9. Acesso em 30 de junho de 2015.
  2. FERREIRA, A. B. Novo dicionário da língua portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 1 779.
Ícone de esboço Este artigo sobre Vinhos é um esboço relacionado ao Projeto Vinhos. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.