Vladimir Maminov

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Vladimir Maminov
Vladimir Maminov
Maminov em 2011.
Informações pessoais
Nome completo Vladimir Aleksandrovich Maminov
Data de nasc. 4 de setembro de 1974 (43 anos)
Local de nasc. Moscou, RSFS da Rússia, União Soviética
Nacionalidade usbeque / russo
Informações profissionais
Equipa atual Rússia Tyumen
Posição Treinador (Ex-meio-campista)
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1992–2008 Rússia Lokomotiv Moscou 400 (31)
Times/Equipas que treinou
2009
2009–2011
2011
2014
2014–2015
2016–2017
2017–
Rússia Lokomotiv Moscou (interino)
Rússia Lokomotiv Moscou (auxiliar-técnico)
Rússia Lokomotiv Moscou (interino)
Rússia Rubin Kazan (auxiliar-técnico)
Rússia Khimki
Rússia Solyaris Moscou
Rússia Tyumen
5

5
13
31
23

Vladimir Aleksandrovich Maminov - em russo, Владимир Александрович Маминов (Moscou, 4 de setembro de 1974) é um ex-futebolista e treinador de futebol russo-uzbeque que atuava de meio-campista.

Uma carreira dedicada ao Lokomotiv[editar | editar código-fonte]

Maminov em 2007, seu penúltimo ano como jogador.

A carreira de Maminov como jogador foi dedicada exclusivamente ao Lokomotiv Moscou, clube pelo qual foi promovido ao elenco profissional em 1992. Sua estreia oficial, no entanto, foi apenas em 1993. Em 16 anos de carreira, foram exatamente 400 partidas (290 no Campeonato Russo) e 31 gols marcados. Maminov pendurou as chuteiras em dezembro de 2008.

Carreira de técnico[editar | editar código-fonte]

Como técnico, estreou em abril de 2009, sucedendo Rashid Rakhimov.[1] Até 2011, era o auxiliar de Yuri Syomin no Lokomotiv, treinando a equipe novamente em caráter interino com a saída de Iuri Krasnojan em junho do mesmo ano. Foram 3 semanas no comando técnico até a contratação do português José Couceiro.

Em janeiro de 2014, após 22 anos de serviços prestados ao Lokomotiv, Maminov sai do clube para assinar com o Rubin Kazan, para ser o assistente de Rinat Bilyaletdinov.[2] Deixou a equipe em junho do mesmo ano para assumir seu primeiro cargo de treinador em tempo integral, no Khimki.[3] Exerceu a função até junho de 2015, quando foi substituído por Vadim Khafizov.

Voltou para Moscou em julho de 2016, desta vez para comandar o Solyaris, onde permaneceria até o fechamento do clube por motivos financeiros. Desde agosto de 2017, Maminov é o técnico do Tyumen, clube da segunda divisão do Campeonato Russo.

Seleção Uzbeque[editar | editar código-fonte]

Apesar de ter nascido em Moscou, Maminov preferiu defender a seleção do Uzbequistão, pela qual estreou em abril de 2001,[4] contra a seleção de Taiwan, marcando inclusive um gol na vitória por 7 a 0. Até 2005, foram 12 partidas disputadas e 3 gols marcados[5].

Títulos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Lokomotiv Moscow fires coach Rakhimov on www.usatoday.com
  2. Маминов - помощник Билялетдинова в "Рубине" (em russo). sport-express.ru. 10 de janeiro de 2014 
  3. «ХИМКИ» ВОЗГЛАВИЛ ВЛАДИМИР МАМИНОВ (em russo). Khimki. 19 de junho de 2014 
  4. Русские и болгары приносят победу сборной Узбекистана (em russo). Sport-Express. 23 de abril de 2001 
  5. Uzbekistan - Record International Players
Bandeira de UzbequistãoSoccer icon Este artigo sobre futebolistas uzbeques é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.