Voo Singapore Airlines 368

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Voo Singapore Airlines 368
Acidente aéreo
9V-SWB, aeronave envolvida no incidente em 2015
Sumário
Data 27 de junho de 2016 (1 ano)
Causa sob investigação
Local Aeroporto Changi de Singapura
Origem Aeroporto Changi de Singapura, Changi, Singapura
Destino Aeroporto de Milão-Malpensa, Ferno, Itália
Passageiros 222[1]
Tripulantes 19[1]
Feridos 0
Sobreviventes 241 (todos)
Aeronave
Modelo Boeing 777-312ER[2][1]
Operador Singapore Airlines
Prefixo 9V-SWB

Voo Singapore Airlines 368 foi a identificação da rota aérea de passageiros internacional entre o Aeroporto Changi de Singapura e Aeroporto de Milão-Malpensa, operado pela Singapore Airlines. [3] No dia 27 de junho de 2016, o Boeing 777-300ER da companhia retornou ao aeroporto de origem após a tripulação detectar uma fuga de óleo no motor. Após o pouso de emergência no Aeroporto Changi de Singapura, o motor afetado pegou fogo, danificando seriamente a asa do 777. Não houve feridos entre os 241 passageiros e tripulantes a bordo.

Aeronave[editar | editar código-fonte]

A aeronave envolvida no incidente foi um Boeing 777-312ER, matricula 9V-SWB, número de série 33377. Quando o incidente ocorreu, a aeronave tinha nove anos de idade, tendo sido entregue à Singapore Airlines em novembro de 2006.[4]

Incidente[editar | editar código-fonte]

O voo decolou às 2:05 SST no dia 27 de junho de 2016. Após duas horas de voo, o comandante detectou um vazamento de combustível no motor direito do 777.[5] A tripulação decidiu então retornar ao Aeroporto Changi de Singapura, pousando em segurança em torno das 6:50 SST[6][1] À medida em que a aeronave foi diminuindo a velocidade na pista, uma faísca foi vista e o motor direito entrou em chamas. Um porta-voz da Autoridade de Aviação Civil de Singapura (CAAS) informou que a equipe de emergência do terminal extinguiu o incêndio em cinco minutos.[5] Não houve feridos, mas a aeronave sofreu sérios danos causados pelo fogo na asa direita.[1][7][8]

Investigação[editar | editar código-fonte]

A Air Accident Investigation Bureau of Singapore (AAIB) é responsável pela investigação de acidentes aéreos na Singapura, na qual abriu uma investigação sobre o acidente.

Referências

  1. a b c d e Devlin, Peter (27 de junho de 2016). «Terrified passengers film a Singapore Airlines plane bursting into flames on the runway after making an emergency landing». Daily Mail. Consultado em 27 de junho de 2016 
  2. «Flight history for aircraft - 9V-SWB». FlightRadar24. Consultado em 27 de junho de 2016 
  3. «SQ368 Flight, Singapore Airlines, Singapore to Milan». www.flightr.net. Consultado em 1 de novembro de 2016 
  4. «9V-SWB Aircraft Information». FlightRadar24. Consultado em 27 de junho de 2016 
  5. a b «Singapore Airlines plane catches fire on Changi Airport runway; no injuries reported». Straits Times. 27 de junho de 2016. Consultado em 29 de junho de 2016 
  6. «SIA flight catches fire while making emergency landing in Singapore». Channel News Asia. Consultado em 27 de junho de 2016 
  7. «Accident: Singapore B773 enroute on Jun 27th 2016, engine oil leak». The Aviation Herald. 27 de junho de 2016. Consultado em 27 de junho de 2016 
  8. Waldron, Greg (27 de junho de 2016). «Fire damage apparent on SIA 777 wing». Flight Global. Consultado em 27 de junho de 2016