Waldemar Bastos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Waldemar Bastos
Informação geral
Nome completo Waldemar dos Santos Alonso de Almeida Bastos
Nascimento 4 de janeiro de 1954
Local de nascimento Mabanza Congo
Angola
Morte 10 de agosto de 2020 (66 anos)
Local de morte Lisboa
Portugal
Ocupação(ões) cantor, músico, compositor
Instrumento(s) vocal, guitarra
Período em atividade 1983-2020
Gravadora(s) EMI, Luaka Bop, World Connection

Waldemar dos Santos Alonso de Almeida Bastos, conhecido como Waldemar Bastos (Mabanza Congo, 4 de janeiro de 1954Lisboa, 10 de agosto de 2020), foi um músico e cantor angolano que combinava afropop, fado e influências brasileiras.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Começou a cantar em uma idade muito precoce utilizando instrumentos de seu pai. Após a independência de Angola em 1975, com 28 anos fugiu da República Popular de Angola para Portugal para escapar da guerra civil entre o Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA) e a União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA).

Na sua música, Bastos elogia a identidade nacional e faz um apelo à fraternidade universal. Em 2008 foi distinguido com um Diploma de Membro Fundador da União dos Artistas e Compositores e um Prémio Award, em 1999, pela World Music. O jornal New York Times considerou, em 1999, o seu disco Black Light uma das melhores obras da época.[carece de fontes?]

Morreu no dia 10 de agosto de 2020 em Lisboa, aos 66 anos, vítima de um cancro.[1]

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • 1983: Estamos Juntos (EMI Records Ltd)
  • 1989: Angola Minha Namorada (EMI Portugal)
  • 1992: Pitanga Madura (EMI Portugal)
  • 1997: Pretaluz [blacklight] (Luaka Bop)
  • 2004: Renascence (World Connection)
  • 2008: Love Is Blindness (2008)
  • 2012: Classics of my soul (2012)

Referências

  1. «Morreu Waldemar Bastos». Blitz. 10 de agosto de 2020. Consultado em 10 de agosto de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um músico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.