Walgreens

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Walgreens
Razão social Walgreen Co.
Subsidiária
Atividade Varejo
Fundação 1901 (119 anos) em Chicago, Illinois,  Estados Unidos
Fundador(es) Charles Rudolph Walgreen
Sede Deerfield, Illinois,
 Estados Unidos
Área(s) servida(s)  Estados Unidos
Proprietário(s) Walgreens Boots Alliance
Lucro Aumento US$ 792 milhões (2011)[1]
Faturamento Aumento US$ 18 bilhões (2011)[1]
Website oficial Walgreens.com

A Walgreen Co., mais conhecida como Walgreens, é a segunda maior empresa que opera farmácias dos Estados Unidos, atrás somente do grupo CVS Health.[2] Nas farmácias Walgreens, geralmente são encontrados medicamentos de prescrição médica, produtos de saúde e bem-estar, serviços fotográficos e em algumas unidades, exames laboratoriais do laboratório LabCorp.[3]

Foi uma das responsáveis por popularizar o milk-shake nos Estados Unidos, por meio da sua loja de Chicago. A adição do leite maltado na mistura da bebida (uma mistura de malte, cevada, farinha de trigo e leite evaporado), era usado como remédio infantil para o sistema digestivo.[4][5]

História[editar | editar código-fonte]

A fundação da empresa aconteceu em 1901, por um migrante e filho de fazendeiros de Gallesburg, Illinois chamado Charles Rudolph Walgreen.[6] Em 1913, já possuía 4 unidades e em 1919 mais de 20. Entre as décadas de 1920 e 1930, por consequência da Lei Seca nos Estados Unidos, a Walgreens era um dos poucos lugares em que se podia comprar bebidas alcoólicas prescritas, o que elevou o número de unidades e o faturamento.[7]

Em 2016 e 2017 foi uma das principais patrocinadoras do Red Nose Day, evento criado pela Comic Relief onde produtos específicos são oferecidos por um dia aos clientes, com vendas direcionadas para organizações sem fins lucrativo. Nas duas edições, mais de $ 4.000 foram arrecadados para a instituição Ottawa County Boys & Girls Club’s.[8]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Valor online (27 de setembro de 2011). «Lucro da rede de farmácias Walgreen avança 68,2%». O Globo. Consultado em 1 de julho de 2017 
  2. Reuters (27 de outubro de 2016). «Walgreens comprará Rite-Aid por US$ 17,2 bi». O Globo. Consultado em 1 de junho de 2017 
  3. Bruce Japsen (28 de junho de 2017). «Walgreens Partners With LabCorp In New Diagnostic Testing Deal» (em inglês). Consultado em 3 de julho de 2017 
  4. «That's Meat and Drink To Me Wisconsin's Malted Milk Story» (em inglês). Winsconsin Historycal Society. Consultado em 3 de julho de 2017 
  5. Dawn (22 de julho de 2011). «The History of Malted Milk Powder». Kitchen Lore. Consultado em 3 de julho de 2017 
  6. Walgreens. «Our past». Walgreens.com. Consultado em 3 de julho de 2017 
  7. David Segall (26 de junho de 2010). «When Capitalism Meets Cannabis» (em inglês). New York Times. Consultado em 3 de julho de 2017 
  8. Dorothy Ballard (9 de junho de 2017). «International mission, local impact - Walgreens brings Red Nose to Ottawa Boys & Girls Club» (em inglês). Miami Ok. Consultado em 3 de junho de 2017 

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

«Página oficial da Walgreens» (em inglês) 

Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.