Walter Shindi Ihoshi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde dezembro de 2016).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde junho de 2017).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Walter Ihoshi
Deputado federal por  São Paulo
Período 1° de fevereiro de 2017
até a atualidade
Deputado Estadual de  São Paulo
Período 1995 a 2007
(3 mandatos consecutivos)
Dados pessoais
Nascimento 17 de julho de 1961 (56 anos)
São Paulo, SP
Partido PSD
Profissão Administrador

Walter Shindi Ihoshi (São Paulo, 17 de julho de 1961) é um político brasileiro, atualmente deputado federal pelo Estado de São Paulo. Atualmente está filiado ao PSD.

Em abril de 2017 foi favorável à Reforma Trabalhista.[1] [2] Em agosto de 2017 votou contra o processo em que se pedia abertura de investigação do então presidente Michel Temer, ajudando a arquivar a denúncia do Ministério Público Federal.[1] [3]


História política[editar | editar código-fonte]

Local de nascimento: SP - São Paulo Data de nascimento: 17 de julho de 1961 Sexo: Masculino

Estado civil: Solteiro Grau de Instrução: Superior Completo Principal atividade: Administrador brasileiro, eleito deputado federal pelo estado de São Paulo. Atualmente está filiado a Democratas.

Eleição 2006 » Cargo disputado: Deputado Federal » Partido: 25 - DEM (Democratas) » Partidos da coligação: PSDB/PPS

1º Turno Municípios Zonas Votos Nominais 101.097 6,37% 1,65% 0,48% Votos do Partido 1.588.209 100,00% 25,95% 7,59% Votos da Coligação 6.120.261 - 100,00% 29,24%


Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. a b G1 (2 de agosto de 2017). «Veja como deputados votaram no impeachment de Dilma, na PEC 241, na reforma trabalhista e na denúncia contra Temer». Consultado em 11 de outubro de 2017 
  2. Redação (27 de abril de 2017). «Reforma trabalhista: como votaram os deputados». Consultado em 18 de setembro de 2017 
  3. Carta Capital (3 de agosto de 2017). «Como votou cada deputado sobre a denúncia contra Temer». Consultado em 18 de setembro de 2017