White Zombie (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de White Zombie (1932))
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para a banda de heavy metal, veja White Zombie.
White Zombie
Poster promocional
 Estados Unidos
1932 •  preto e branco •  67 min 
Direção Victor Halperin
Produção Edward Halperin
Phil Goldstone
Roteiro Garnett Weston
Baseado em The Magic Island
(livro de William Seabrook, publicado em 1929)
Elenco Béla Lugosi
Madge Bellamy
Joseph Cawthorn
John Harron
Robert Frazer
Gênero Terror
Música Guy Bevier Williams
Hugo Riesenfeld
Xavier Cugat
Abe Meyer[1]
Direção de arte Ralph Berger
William Cody
Herbert Glazer
Diretor de ação Conrad Tritschler
Figurino Jack Pierce
Carl Axcelle[2]
Cinematografia Arthur Martinelli
Edição Harold McLernon
Companhia(s) produtora(s) Universal Studios
Halperin Productions
Distribuição United Artists
Lançamento 4 de agosto de 1932[3]
Idioma Inglês
Orçamento US$ 50 000[4]
Cronologia
Último
Revolt of the Zombies
(1936)
Próximo
Página no IMDb (em inglês)
White Zombie

White Zombie é um filme de terror independente lançado em 1932 nos Estados Unidos. Dirigido e produzido pelos irmãos Victor Halperin e Edward Halperin, com roteiro escrito por Garnett Weston, baseado no livro The Magic Island de William Seabrook, conta a história da transformação de uma jovem mulher em zumbi por um feiticeiro voodoo maligno.[5]

Estrelando o ator Bela Lugosi como antagonista e a atriz Madge Bellamy como protagonista. O elenco também conta com Robert W. Frazer, John Harron, Clarence Muse e Joseph Cawthorn.[6] Grande parte das filmagens foram feitas na Universal Studios, pegando emprestado muitos adereços e cenários de outros filmes de terror da época.

O filme teve recepção negativa em Nova Iorque, com a maioria das críticas voltadas para a produção do filme e para algumas performances na atuação. Ainda assim, conseguiu um lucro significativo, apesar de ter produção independente e de ser menos popular do que outros filmes da época.

White Zombie é considerado a primeira longa-metragem a tratar do tema zumbi. A sequência do filme, intitulada Revolt of the Zombies, foi lançada em 1936. Algumas avliações recentes de White Zombie, foram mais positivas do que as iniciais depois o lançamento. Alguns críticos têm elogiado a atmosfera do filme, comparando-a com as produções de terror de Val Lewton, enquanto que outros ainda mantêm uma opinião desfavorável sobre a qualidade da atuação. [7] [8]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Ao chegarem no Haiti, Madeleine Short e seu noivo Neil Parker, iniciam o planejamento de seu matrimônio. A caminho de se hospedarem, o feiticeiro Murder Legendre os observa até conseguir pegar o cachecol de Madeleine. O casal finalmente chega na casa do rico proprietário Charles Beaumont, onde vão se hospedar.

O amor de Charles por Madeleine faz com que ele procure pelo feiticeiro Murder, num moinho operado inteiramente por mortos-vivos. Charles quer convencer Madeleine de casar-se com ele e pede que Murder use suas técnicas voodoo para assassiná-la de forma sobrenatural. Murder afirma que a única maneira de ajudar Charles é transformando Madeleine em um zumbi com uma poção. Beaumont concorda e, disfarçadamente, dá a poção para Madeleine. Pouco depois da cerimônia de casamento de Madeleine e Neil, a poção faz efeito e Madeleine começa a morrer. Depois de seu funeral, Charles e Murder entram no túmulo de Madeleine à noite para que o feiticeiro reviva-a como um zumbi.

Bêbado e deprimido, Neil começa a imaginar aparições fantasmagóricas de Madeleine, o que o convence a ir até seu túmulo e ele acaba por encontrá-lo vazio. Neil solicita assitência do missionário local, Dr. Bruner. Este conta como Murder transforma muitos dos seus rivais em zumbis, que agora protegem sua propriedade. Neil consegue convencer o comissário e os dois seguem viagem até o castelo de Murder para resgatar Madeleine.

No castelo, Charles começa a lamentar a transformação de Madeleine e implora para Murder devolvê-la à vida, mas ele recusa. Charles descobre que também foi atingido pelo voodoo do feiticeiro e que está se transformando em um zumbi. Quando Neil entra na fortaleza, Murder sente sua presença e, silenciosamente, ordena Madeleine a matá-lo. Ela se aproxima de Neil com uma faca, mas o missionário Bruner consegue impedi-la. Neil segue Madeleine até uma escarpa, onde Murder ordena, mentalmente, seus guardiões zumbis a matar Neil. Bruner se aproxima de feiticeiro e o nocauteia, interrompendo o controle mental de Murder sobre os zumbis. Andando sem direção, os zumbis caem para fora do penhasco. Ao acordar, Murder tenta hipnotizar Neil e Bruner, mas Charles corre e o empurra para fora do penhasco, porém perde o equilíbrio e cai juntamente com o feiticeiro. A morte de Murder libera Madeleine de seu transe zumbi, e ela desperta para abraçar Neil.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Rhodes 2001, p. 257
  2. [1]. White Zombie (1932) - TCM.com. Acesso em 28 de agosto de 2015.
  3. [2].White Zombie (1932) - TCM.com. Acesso em 28 de agosto de 2015.
  4. Internet Movie Database Box office/Business for
  5. [3].White Zombie (1932) - TCM.com. Acesso em 28 de agosto de 2015.
  6. Variety film review; August 6, 1932, page 15.
  7. [4].White Zombie (1932) - TCM.com. Acesso em 28 de agosto de 2015.
  8. [5]. Zumbi, A Legião dos Mortos (1932) - IMDb. Acesso em 28 de agosto de 2015.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]