Wikipédia Discussão:Status quo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Relacionados[editar código-fonte]

Discussão[editar código-fonte]

Devemos colocar um número de dias rígido para considerar uma edição estável? Acho que isso varia bastante com o artigo, se é um artigo que muitos usuários vigiam o tempo pode ser bem menor, um artigo mais desconhecido precisa de mais tempo.

Me parece estranho tornar esse ensaio recomendação antes de WP:GE, ia dizer que poderíamos fazer esse ser um artigo informativo relacionado a WP:GE mas lembrei que é só um ensaio também. Chico Venancio (discussão) 06h37min de 20 de fevereiro de 2012 (UTC)

Ao invés de uma quantidade rígida, pode ser só indicações para estimar esse tempo para cada artigo, já q é subjetivo. Falar para considerar a visibilidade, número de edições / histórico, pessoas vigiando, época do ano (edições em períodos de baixa atividade na wiki precisariam ficar mais tempo), se é novidade (um evento recente), o quão polêmico é a informação. Aí na hora de proteger, se avalia isso.
Mas seria útil ter uma quantidade como base, mesmo que varie de artigo a artigo, de informação a informação, uma versão nunca será estável se só ficou 1 semana no artigo. E se ela ficou 1 mês, provavelmente será estável, independente da situação. Entre um e outro, entra os dados subjetivos e os critérios para se avaliar isso.
Não vejo mt problema em isso virar recomendação antes de WP:GE. Mesmo sem GE ser oficial já se faz proteções e já se usa a versão estável. WP:GE vai tratar de mt mais coisas além da proteção / status quo, coisas q não são necessárias para essa recomendação aqui. Só seria necessário adicionar em WP:Política de proteção um item falando q, em caso de guerra de edições a página deve ser protegida na versão estável.
Rjclaudio msg 10h17min de 20 de fevereiro de 2012 (UTC)
Eu não acho que é um problema, mas me parece estranho. Acho que WP:GE deveria ser recomendação política...
Pode até se citar um tempo, duas semanas ou algo assim (é o que eu considero, normalmente). Mas acho que a redação deve deixar claro que todos esses fatores importam muito. Chico Venancio (discussão) 10h27min de 20 de fevereiro de 2012 (UTC)
  • O número de dias depende de cada caso, em princípio, ficaria com 4 dias que é o número de dias para eliminar artigos por ESR;
  • Também deve-se levar em conta as hipóteses em que o outro editor concordo com o texto de determinada questão e de repente resolve tirar um parágrafo.--Raimundo57br (discussão) 13h55min de 20 de fevereiro de 2012 (UTC)

4 dias é absurdo. ESR tem todo um processo diferente, uma avaliação necessária por um admin/elimin e fica em destaque na categoria de ESRs. Não tem nada a ver com o caso. Chico Venancio (discussão) 14h03min de 20 de fevereiro de 2012 (UTC)

    • Deve-se levar em conta os casos em que o outro editor vigiava o artigo, e, após a edição estável de determinada seção, continuou a editar, e dias depois resolve suprimir um parágrafo, impondo seu ponto de vista sem consenso, por meio de sucessivas guerras de edição e depois o editor que defendia a edição estável é bloqueado.--Raimundo57br (discussão) 14h23min de 20 de fevereiro de 2012 (UTC)

Gosto do ensaio, deveria ser recomendação. O tempo de base poderia ser 1 a 2 meses, para dar tempo dos vigilantes e interessados no tema de verificar qualquer edição polêmica. Menos de 1 mês, para mim, não pode ser considerado estável. Seria importante que houvesse um tempo mínimo, para fazer mais fácil a vida de mediadores e administradores que tenham que tomar uma decisão. --Fulviusbsas (discussão) 20h06min de 22 de fevereiro de 2012 (UTC)

Nenhum período menor que 2 semanas é aceitável. As votações tem prazo mínimo de 2 semanas pq é o tempo q a comunidade achou necessário para q todos os interessados possam participar, mesmo com toda a divulgação que existe para as votações. Então como se pode considerar q todos os interessados no artigo vão poder participar (reverter a edição q ele não concorda) em menos de 2 semanas?

O máximo tb seria de 1 mês, pela mesma lógica do prazo das votações. Nenhuma votação dura mais que 1 mês (não sei se isso está nas regras, mas nunca vi durar tanto, e sempre q propuseram algo próximo disso já reclamaram q era tempo demais). Mais que isso não dá. E temos tb q considerar q os artigos não tem dono. Se um usuário não entrar na wiki por 1 mês e alguém editar o artigo, as outras pessoas q acompanham a página ou as mudanças recentes vão reverter ou reclamar, se nada fizeram provavelmente não é uma edição tão ruim. Em 1 mês se faz mt coisa, pode-se até reescrever todo um artigo, e colocá-lo numa qualidade até de destacado. Reverter todo o trabalho de 1 mês é mt prejuízo só pq a pessoa ficou mt tempo fora.

A maioria das votações são de 3 semanas, exceto aqueles em q há pressa ou alguma forte tendência a algum dos lados. Então ficaria com o normal sendo de 3 semanas.

Então, ficaria com 3 semanas (que é um meio termo), colocando um prazo mínimo de 2 semanas (nenhuma alteração com menos de 2 semanas é estável), e máximo de 1 mês (se ficar 1 mês sem ninguém reclamar, é estável). E descrevendo as situações q podem determinar melhor o prazo nesse meio tempo, para esse tempo não ficar mt rígido e poder ser discutido caso a caso.

Rjclaudio msg 20h57min de 22 de fevereiro de 2012 (UTC)

Acho ótima a solução. Lembrando de mencionar fatores que fazem o tempo tender para o mínimo (muitos vigiantes, edições de diferentes editores, etc) e fatores que o façam tender para o máximo (poucos vigiantes, artigo recém criado, edições de um único editor, etc). Chico Venancio (discussão) 21h10min de 22 de fevereiro de 2012 (UTC)
    • Creio que editores que evidentemente vigiavam o artigo e que editaram na wikipédia após a estabilização de texto de seção, não podem promover alterações sem consenso dias depois, (veja o exemplo que citei acima)!!!--Raimundo57br (discussão) 22h12min de 22 de fevereiro de 2012 (UTC)
Seria um "Reverta agora ou cale-se para sempre"? Não. As vezes a pessoa não está com tempo naquela hora de analisar mais a fundo a questão para ver se reverte ou não, ela pode ter entrado na wiki só para editar uma ou outra coisa rápida. Pode também ter tido várias alterações no artigo e essa passou despercebida a ele. Pode ter várias coisas. Editar depois e não reverter não quer dizer q ele concorda com aquilo. Estando dentro do prazo para a versão ser estável, ele pode reverter qnd quiser, se tiver uma justificativa para a reversão, claro. Rjclaudio msg 22h21min de 22 de fevereiro de 2012 (UTC)
      • Naquele caso particular que eu citei, o texto da seção havia se estabilizado após muita discussão: 1, 2 e 3, e o outro editor era muito ativo e muito interessado no artigo. (trago esse exemplo apenas para ajudar na reflexão)--Raimundo57br (discussão) 22h47min de 22 de fevereiro de 2012 (UTC)
        • Se teve mt discussão, e essa discussão se encerrou com um consenso, então a versão estável é a versão q está de acordo com esse consenso, independente de qnt tempo essa versão ficou. Isso está lá na proposta, em #Desrespeito ao consenso anterior . Agora, se teve discussão e não chegou a conclusão alguma, aí vale o critério do tempo, ou seja, a versão anterior a edição q originou o conflito / GE / mediação / discussão. Rjclaudio msg 22h57min de 22 de fevereiro de 2012 (UTC)

Problema com manter o status quo[editar código-fonte]

Quando eu era administrador nunca revertia o artigo para qualquer versão. Vou tentar explicar as minhas razões para isso:

  1. Tempo dispensado: Investigar qual era a versão estável através de critérios temporais ou outros nem sempre é linear. Podem ter ocorrido dezenas de edições antes de alguém notar que algo aconteceu, estarem mais de dois editores envolvidos, a versão estável há um ano pode ter introduzido erros que foram corrigidos pela versão controversa. Tempo dispensado a investigar qual é a versão estável e provavelmente desactualizada vai retirar tempo para resolver a questão mais essencial que é
  2. Resolução do problema: Proteger a página só é parte da resolução. É preciso saber porque há controvérsia e criar as condições para que os editores cheguem a uma versão (razoavelmente) consensual. Manter a página no status quo indica que as versões antigas estarão adequadas, o que nem sempre é verdade. É importante que em vez de impor uma versão A (antiga), ou B (contestada) se possa perceber se haverá uma versão C que resolva o problema (não necessariamente intermédia, mas que até pode ser idêntica a A ou B). Manter a versão A vai contra um princípio fundamental da Wikipédia,
  3. Seja audaz: Manter a versão A incentiva a que se use a guerra de edição como técnica de edição para manter o status quo, e desincentiva a inclusão de outras perspectivas que possam desenvolver os artigos (por vezes, não serão mesmo para incluir, mas isso é caso para discussão). Quem quiser manter à força uma versão, pode prolongar por bastante tempo a estagnação de um artigo apelando a este texto e nunca fazendo por resolver a questão verdadeiramente.

Em suma, é preciso cuidado caso este texto seja aprovado (que espero que não seja) para que isto não promova a estagnação dos artigos. GoEThe (discussão) 15h45min de 24 de fevereiro de 2012 (UTC)

    • Goethe, o problema do seu critério é que ele beneficia o editor mais rápido no gatilho, e incentiva os editores a serem mais rápidos no gatilho, para que sua versão prevaleça no momento em que um xerife proteger a página.
    • É claro que há hipóteses em que nenhuma das versões em disputa pode ser considerada estável, veja esse caso no qual que o estava em disputa era saber se um parágrafo seria ou não dividido, e que gerou um enorme tópico de discussão--Raimundo57br (discussão) 16h56min de 24 de fevereiro de 2012 (UTC)
Desculpem responder fora da ordem cronológica, mas não tenho agora tempo para ler o comentário do rjclaudio e é um ponto importante. Sei que a minha opção é um bocado idealista, pois é necessária alguma disponibilidade de tempo para resolver a questão. O problema maior nas guerras de edição não é qual a versão correcta, mas a subversão do processo de edição. Reversão não é um processo de edição legítimo e deve ser usado com parcimónia. A minha oposição principal a que reverter para o status quo seja definido como política é que isso institua a reversão como técnica de edição legítima, o que não é e nunca foi. É preciso incentivar os "guerreiros de edição" a usar a página de discussão o mais rápido possível e não o botão de reversão (nem que seja uma, duas ou três vezes). Por isso acho importante aprovar o texto de WP:GE e não este. GoEThe (discussão) 18h06min de 24 de fevereiro de 2012 (UTC)
  • Manter o status quo não é o objetivo final, a meta sempre será mediar e resolver a questão, encontrando a versão que é melhor, ou uma outra versão que agrade a todos.
  • Manter a página na versão antiga indica que uma versão contestada, ou seja, sem consenso, não pode ficar no artigo. Todo conteúdo do artigo deve ter consenso. Ou agora incentivamos q conteúdo sem consenso fique no artigo?
  • Sobre o tempo dispensado, na maioria das vezes será simples achar qual a edição que deu origem as reversões, e por isso é a versão controversa. E nas outras, o problema é grande, e a solução é demorada, portanto é mais um motivo para que a versão a ser usada até se chegar a solução seja a versão estável.
  • Citação: Manter a versão A incentiva a que se use a guerra de edição como técnica de edição para manter o status quo - manter a versão atual incentiva q se use a GE e vai alé, incentiva que se reverta bem rápido para que a versão protegida seja a sua. Também está escrito lá que, se reverter só por reverter, sem argumentar nem nada, não seria considerado. Do mesmo jeito q
  • Citação: Quem quiser manter à força uma versão, pode prolongar por bastante tempo a estagnação de um artigo apelando a este texto e nunca fazendo por resolver a questão verdadeiramente. - o que exatamente acontece agora, sem esse texto? O que você está falando. Faz a GE, aí a versão que for protegida (q é a versão de quem foi mais rápido no gatilho) será a versão usada até que a discussão acabe, e o usuário que for a favor daquela versão vai poder prolongar bastante a discussão a vontade, sabendo q a sua versão está protegida, e q depois de acabar a proteção, se voltar a reversão basta pedir a proteção na mesma versão q foi feita a proteção anterior.
  • Citação: Manter a versão A vai contra um princípio fundamental da Wikipédia, - exatamente qual? Seja audaz diz exatamente a mesma coisa: seja audaz e faça a edição, se contestarem, não insista, mantenha a versão estável e vá discutir o assunto. O problema da GE (e o objetivo desse ensaio) é pras vezes em que os dois envolvidos querem ser audaz. Proteger o status quo segue GE e R3R (em discussão para virarem política). Se tiver GE, não se deve reverter mais que 3 vezes, e a edição q incluiu conteúdo controverso tb conta como reversão. Ou seja, no final das 3 reversões, a versão que fica é a anterior, é o status quo.
  • Todas as políticas da Wikipédia protegem o status quo quando a edição é contestada e há argumentos para a reversão. É exatamente isso que está escrito aqui. Poderia citar alguma política que diz o contrário, que, em caso de edição contestada e com argumentos para contestar, não se deve proteger o status quo?
  • Rjclaudio msg 17h32min de 24 de fevereiro de 2012 (UTC)

Citação: Goethe escreveu: « Proteger a página só é parte da resolução. É preciso saber porque há controvérsia e criar as condições para que os editores cheguem a uma versão (razoavelmente) consensual. Manter a página no status quo indica que as versões antigas estarão adequadas, o que nem sempre é verdade. É importante que em vez de impor uma versão A (antiga), ou B (contestada) se possa perceber se haverá uma versão C que resolva o problema (não necessariamente intermédia, mas que até pode ser idêntica a A ou B). Manter a versão A vai contra um princípio fundamental da Wikipédia,»

Uma análise correta. Mas talvez o problema é que, nas atuais circunstancias da Wiki, proteger a pagina e acabou, volto amanhã, é a solução final usada pela maioria dos administradores. A maioria não está a fim de dedicar tempo a estudar o problema, mediá-lo, consensá-lo, etc. Ou nem tem a minima capacidade para tal, claro. Os assuntos são os mais variados possiveis, eu não tenho o menor interesse em mediar um verbete de química.

Minha posição é a de sempre, num projeto de área humana e não exata, tudo depende. O status quo pode ser profundamente imbecil aqui, ou sábio ali, injusto acolá. Analizá-lo quem há de? Com a palavra a turma do botão. Este projeto, inclusive, é nocivo. Nocivo porque pequeno, tem pouca participação efetiva e um enorme sentimento ad hominem ente os mais ativos, o que tira a seriedade da maioria das coisas aqui. MachoCarioca oi 08h22min de 13 de junho de 2012 (UTC)

Recomendação[editar código-fonte]

Bem, fiz uma edição a uns 4 dias para lidar com a questão do tempo necessário para considerar a versão estável. Já podemos tornar esse ensaio recomendação? Alguma objeção? Chico Venancio (discussão) 22h54min de 12 de março de 2012 (UTC)

Fusão Wikipédia:Silêncio não implica consentimento quando se elaboram novas normas; Wikipédia:Status quo

Wikipédia:Esplanada/propostas/Status quo (17mai2012)[editar código-fonte]

Proposta para tornar a página uma recomendação oficial. Rjclaudio msg 13h10min de 17 de maio de 2012 (UTC)

Erros na recomendação[editar código-fonte]

eu não me intrometi porque achei que não era necessário até porque concordo, mas depois do que se passou em duas predefinição recentemente, mais precisamente o "Sabe que" e "Eventos actuais", dei por mim a ler a recomendação e a mesma só fala de artigos, ora quem a ler pode chegar à conclusão que o status quo só é válido para artigos, quando o é para todo o tipo de edições na wiki, e lembrem-se que existe muita gente que não concorda que artigos e anexos não sejam a mesma coisa e que regras que se aplicam aos artigos não são necessariamente válidas para os anexos, como tal... É necessário reescrever a recomendação. Pelo Poder do Z Alaf Ogimoc 20h10min de 26 de julho de 2012 (UTC)

Não seria só trocar "artigo" por "página"? A regra geral devia incluir todos os tipos de página, valendo tb para a documentação interna, só q para essa parte (q tem uma seção específica) haveria um complemento, por ser algo q afeta a comunidade e o funcionamento do projeto o status quo é um pouco diferente. Rjclaudio msg 20h07min de 26 de julho de 2012 (UTC)