William Gordon Welchman

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
William Gordon Welchman
Conhecido(a) por ajudou a quebrar o código da Enigma, máquina codificadora dos nazistas, na Segunda Guerra Mundial
Nascimento 15 de junho de 1906
Fishponds, Bristol, Inglaterra
Morte 8 de outubro de 1985 (79 anos)
Newburyport, Massachusetts, Estados Unidos
Nacionalidade britânica
Cônjuge Katharine Hodgson 1937-1959
Fannie Hillsmith 1959-1970
Elisabeth Huber1972-1985
Alma mater Trinity College
Campo(s) Matemática

William Gordon Welchman (Bristol, 15 de junho de 1906Newburyport, 8 de outubro de 1985) foi um matemático britânico, professor universitário, criptoanalista durante a Segunda Guerra Mundial em Bletchley Park e escritor. Com o fim da guerra, ele se mudou para os Estados Unidos, onde conseguiu cidadania pouco depois.[1]

William nasceu em Fishponds, Bristol, sendo o mais novo de três filhos do casal William Welchman (1866–1954) and Elizabeth Marshall Griffith. Seu pai era clérigo da Igreja da Inglaterra e foi missionário fora do país até retornar ao país como vigário. Elizabeth, sua mãe, era filha de outro clérigo, o reverendo Edward Moule Griffith.[2]

Estudou no Marlborough College, um internato em Wiltshire e depois cursou matemática no Trinity College, em Cambridge, de 1925 a 1928. A convite do comandante Alastair Denniston, William se juntou à equipe da Government Code and Cypher School, pouco antes do começo da Segunda Guerra Mundial. Era um dos quatro matemáticos recrutados - Alan Turing, Hugh Alexander e Stuart Milner-Barry, com a entrada de Joan Clarke posteriormente.[2]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) matemático(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Referências

  1. Greenberg, Joel (2014). Gordon Welchman: Bletchley Park's Architect of Ultra Intelligence. [S.l.]: Frontline Books. ISBN 978-1848327528 
  2. a b J J O'Connor e E F Robertson (ed.). «William Gordon Welchman». University of St Andrews. Consultado em 31 de agosto de 2014