William Henry Squire

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
William Henry Squire
Nascimento 8 de agosto de 1871
Morte 17 de março de 1963 (91 anos)
Londres
Cidadania Reino Unido
Alma mater Royal College of Music
Ocupação compositor
Empregador Royal Academy of Music

William Henry Squire (Ross-on-Wye, Herefordshire, 8 de Agosto de 1871Londres, 17 de Março de 1963) foi um violoncelista e compositor britânico.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Squire foi reconhecido tanto como músico quanto por suas composições. Estudou em Kingsbridge Grammar School em South Devon, e participou da Royal College of Music em 1984, onde estudou violoncelo com Edward Howell e composição com Hubert Parry e Charles Villiers Stanford. Seu debut em Londres foi em 1890 no St James' Hall; ele tocou com a Covent Garden Orchestra entre 1984 e 1987 e com a Queen's Hall Orchestra entre 1897 e 1901, e viajou extensamente como solista, particularmente com Clara Butt. Foi para Doncaster em 1908 e tocou seus próprios arranjos de Frédéric Chopin e Jacques Offenbach.

Lecionou violoncelo no RCM entre 1898 e 1917 e no Guildhall School entre 1911 e 1917; Ele se associou com o Performing Rights Society entre 1926 e 1953. Seu último último aparecimento em um concerto público foi em 1941 no Exeter Cathedral - morreu em Londres aos 91 anos.

Squire escreveu um concerto para violoncelo, duas operetas e peças orquestrais. Suas pequenas peças são a maioria para cello e piano (embora Slumber Song foi escrita para violino, Sylvania para piano solo e Calma de Mare para mandolim). Entre suas composições mais populares estão a Danse Orientale, Harlequinade, Consolation, Larghetto em D, Madrigal em G, L'Adieu, Bourrée, Danse Rustique, Gavotte, Minuet, Old Swedish Air, Palm Court Priere, Tzig-Tzig (uma dança típica húngara), Tarantella em D menor e transcrições de várias canções folclóricas.

Sicilienne Opus 78 para violoncelo e piano de Gabriel Fauré foi dedicada a Squire.