Wunda (cratera)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Wunda é a mancha brilhante no topo desta imagem de Umbriel tirada pela sonda Voyager 2. O polo sul está à esquerda, com o equador correndo próximo ao terminador.

Wunda é uma grande cratera de impacto na superfície de Umbriel, um dos cinco grandes satélites de Urano.[1] Tem um diâmetro de 131 km e está localizada perto do equador de Umbriel. A cratera recebeu o nome de Wunda, um espírito sombrio na mitologia dos aborígenes australianos.[2]

Wunda possui uma proeminente formação de albedo no seu fundo, que tem a forma de um anel de material brilhante com pelo menos 10 km de espessura radial.[3] A razão de seu alto albedo, que se destaca da superfície escura da lua como um todo, é desconhecida.[1] Já foi proposto que essa formação é um depósito de gelo de dióxido de carbono.[4]

Referências

  1. a b Plescia, J. B. (30 de dezembro de 1987). «Cratering history of the Uranian satellites: Umbriel, Titania and Oberon». Journal of Geophysical Research. 92 (A13): 14918–14932. Bibcode:1987JGR....9214918P. ISSN 0148-0227. doi:10.1029/JA092iA13p14918 
  2. «Umbriel:Wunda». Gazetteer of Planetary Nomenclature. United States Geological Survey, Astrogeology. Consultado em 22 de abril de 2018 
  3. Smith, B. A.; Soderblom, L. A.; Beebe, A.; Bliss, D.; Boyce, J. M.; Brahic, A.; Briggs, G. A.; Brown, R. H.; Collins, S. A. (4 de julho de 1986). «Voyager 2 in the Uranian System: Imaging Science Results». Science. 233 (4759): 43–64. Bibcode:1986Sci...233...43S. PMID 17812889. doi:10.1126/science.233.4759.43 
  4. Sori, Michael M.; Bapst, Jonathan; Bramson, Ali M.; Byrne, Shane; Landis, Margaret E. (1 de julho de 2017). «A Wunda-full world? Carbon dioxide ice deposits on Umbriel and other Uranian moons». Icarus. 290: 1–13. Bibcode:2017Icar..290....1S. doi:10.1016/j.icarus.2017.02.029 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma cratera é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.