Xavier Pascual Vives

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Xavi Pascual i Vives

Esporte Basquetebol
Nascimento 9 de setembro de 1972 (47 anos)
Local Bandera de Gavá.png Gavà
 Catalunha
Flag of Spain.svg Espanha

Xavier Pascual i Vives (Gavà, 9 de setembro de 1972) é um treinador de basquetebol espanhol que atualmente é o treinador do Panathinaikos Superfoods Atenas.[1] Em 2009 após levar o FC Barcelona ao segundo título da Euroliga em sua história, foi laureado com o prêmio Alexsander Gomelsky - Treinador do Ano de 2009[2] sendo aos 37 anos o treinador mais jovem a receber a honra.

Xavi Pascual é formado em Engenharia Industrial tendo já desempenhado a profissão anteriormente na região de Villadecanes[3].

Prêmios e Honrarias[editar | editar código-fonte]

Clubes[editar | editar código-fonte]

CB Aracena[editar | editar código-fonte]

  • Catalunha Campeão Catalão da LEB 2 (2002-03)
  • Catalunha Campeão Catalão da LEB (2003-04)

CB Cornellà[editar | editar código-fonte]

  • Catalunha Campeão Catalão da Liga EBA (1995-96)

CB Olesa[editar | editar código-fonte]

  • Catalunha Vice-campeão Catalão da Liga EBA (2002-03)

FC Barcelona[editar | editar código-fonte]

  • Espanha4x campeão da Liga ACB (2008-09, 2010-11, 2011-12 e 2013-14)
  • Espanha3x Campeão da Copa do Rei (2009-10, 2010-11 e 2012-13)
  • União Europeia Campeão da Euroliga (2009-10)
  • Espanha3x Campeão da Supercopa (2009, 2010 e 2011)
  • Catalunha7x Campeão da Liga Catalã (2009, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014 e 2015)

Pessoais[editar | editar código-fonte]

  • 4x melhor treinador da Liga ACB (2008-09, 2009-10, 2010-11 e 2011-12)
  • 3x melhor treinador pela Associación Española de Entrenadores de Baloncesto (AEEB) (2009, 2010 e 2011)
  • Treinador do Ano da Euroliga (2009)

Referências

  1. «Xavi Pascual - Xavier Pascual | FC Barcelona». www.fcbarcelona.com.br. Consultado em 6 de abril de 2016 
  2. «Alexander Gomelskiy Coach of the Year: Xavi Pascual, Regal FCB». Welcome to EUROLEAGUE BASKETBALL. Consultado em 6 de abril de 2016 
  3. «ACB.COM». www.acb.com. Consultado em 6 de abril de 2016