Academia de São Lucas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pietro Francesco Alberti (1584–1638), Uma Academia de Pintores em Roma, gravura
São Lucas mostrando o quadro da Virgem por Guercino

A Academia de São Lucas foi uma associação de artistas em Roma. Fundada originalmente em 1577 (catorze anos depois da fundação da sua congénere Florentina, de 1563), seria presidida por Federico Zuccari a partir de 1593.[1]

Tinha como propósito elevar o trabalho dos artistas para além do simples artesanato. Também estava envolvido na fundação Girolamo Muziano. A Academia foi nomeada a partir de São Lucas, que, de acordo com a lenda, pintou um retrato da Virgem Maria e assim se tornou o santo padroeiro das guildas de pintores.

Embora esse fosse um dos seus objetivos desde a fundação, a Academia não desenvolveu atividade formativa nos primeiros anos de existência e só a partir da eleição de Federico Zuccari como presidente implementou um curso, para estudantes em vários níveis, que incluía o ensino do desenho (nomeadamente do desenho de modelo vivo).[2]

Os prìncipi (diretores) da instituição incluíram alguns dos maiores pintores dos seguintes séculos, incluindo Domenichino e Bernini. Acredita-se que a Academia desprezava outra instituição de Roma na época, o Bamboccianti. Giovanni Bellori apresentou lá várias palestras sobre pintura.

A Academia ainda está ativa.

Alguns Principi famosos foram:

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Goldstein, Carl – Teaching Art: Academies and Schools from Vasari to Albers. Cambridge; New York: Cambridge University Press, 1996, p. 16, 30. ISBN 0-521-55988-X
  2. Goldstein, Carl – Teaching Art: Academies and Schools from Vasari to Albers. Cambridge; New York: Cambridge University Press, 1996, p. 30-33.