Acianthera strupifolia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma caixa taxonómicaAcianthera strupifolia
Acianthera strupifolia.jpg

Classificação científica
Domínio: Eukaryota
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Liliopsida
Ordem: Asparagales
Família: Orchidaceae
Subfamília: Epidendroideae
Tribo: Epidendreae
Subtribo: Pleurothallidinae
Género: Acianthera
Espécie: A. strupifolia
Nome binomial
Acianthera strupifolia
(Lindl.) Pridgeon & M.W.Chase 2001

Acianthera strupifolia é uma pequena espécie de orquídea (Orchidaceae) originária do Rio de Janeiro a Santa Catarina, Brasil, antigamente subordinada ao gênero Pleurothallis. Planta pendente grande e robusta, com ramicaules cilíndricos do mesmo comprimento ou mais curtos que as folhas; folhas grandes e espessas, alongadas, verde escuro ou arroxeadas, espata grande com até quatro inflorescências por folha; inflorescência longa, porém bem mais curta que a folha, com muitas flores púrpura claro, de sépalas internamente brancas e bem abertas, que se destacam. Trata-se de uma das espécies mais vistosas entre as Pleurothallidinae do Brasil. A Acianthera dichroa, descrita por Reichenbach, se de fato for do Brasil, provavelmente é seu sinônimo é seu sinônimo caso contrário pode ser um o verdadeiro nome da Acianthera tikalensis, planta similar que existe apenas na America Central e no México.[1]

Publicação e sinônimos[editar | editar código-fonte]

  • Acianthera strupifolia (Lindl.) Pridgeon & M.W.Chase, Lindleyana 16: 246 (2001).

Sinônimos homotípicos:

  • Pleurothallis strupifolia Lindl., Edwards's Bot. Reg. 25(Misc.): 2 (1839).
  • Humboltia strupifolia (Lindl.) Kuntze, Revis. Gen. Pl. 2: 668 (1891).

Sinônimos heterotípicos:

  • Pleurothallis dichroa Rchb.f., Hamburger Garten- Blumenzeitung 21: 356 (1865).
  • Acianthera dichroa (Rchb.f.) F.Barros & L.R.S.Guim., Neodiversity 5: 28 (2010).
  • Pleurothallis picta Hook., Bot. Mag. 68: t. 3897 (1841), nom. illeg.
  • Pleurothallis bicolor Lindl., Edwards's Bot. Reg. 28(Misc.): 76 (1842).
  • Pleurothallis hookeri Regel, Trudy Imp. S.-Peterburgsk. Bot. Sada 7: 545 (1881).
  • Restrepia liebmanniana Kraenzl., Vidensk. Meddel. Naturhist. Foren. Kjøbenhavn 71: 171 (1920).
  • Pleurothallis glaucophylla Hoehne, Arch. Bot. São Paulo 1: 579 (1927).

Referências

  1. Barros, F. & al. (2012). Orchidaceae in Lista de Espécies da Flora do Brasil. Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Luer, Carlyle A.: Icones Pleurothallidinarum (sistemática de Pleurothallidinae), volumes I a XIX, Missouri Botanical Garden press (1978-2007).
  • Pridgeon, A.M., Cribb, P.J., Chase, M.A. & Rasmussen, F. eds.. Genera Orchidacearum vol. 4 - Epidendroideae (Part 1). Oxford Univ. Press (2006).
  • R. Govaerts, D. Holland Baptista, M.A. Campacci, P.Cribb (K.), World Checklist of Orchidaceae of Brazil. The Board of Trustees of the Royal Botanic Gardens, Kew. Published on the Internet (em inglês) (2008).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Acianthera strupifolia
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Acianthera strupifolia
Ícone de esboço Este artigo sobre orquídeas (família Orchidaceae), integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.