Adobe After Effects

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Adobe After Effects
100px
Desenvolvedor Adobe Systems
Lançamento 2 de janeiro de 1993
Versão estável CC (17 de junho de 2013; há 63 semanas e 1 dia)
Sistema operacional Mac OS X, Microsoft Windows
Gênero(s) Efeitos visuais, Composição de vídeo, Computação gráfica
Licença Software proprietário
Página oficial Adobe: After Effects

Adobe After Effects é um programa de criação de gráficos com movimento e efeitos visuais da empresa Adobe Systems. É extensamente usado em pós-produção de vídeo, filmes, DVDs e produções da plataforma Flash.

Descrição[editar | editar código-fonte]

After Effects usa um sistema de camadas dispostas em uma linha do tempo (timeline) para criar composição de vídeo e animações como arquivos de vídeo. Propriedades tais como posição e opacidade podem ser controladas independentemente para cada camada, e cada camada pode ter vários efeitos aplicados. Frequentemente chamado de “Photoshop do vídeo”, por sua flexibilidade e por permitir aos compositores alterem o vídeo vendo os ajustes, como o Photoshop faz com imagens, só pode ser usado em 64 bits (a partir da versão CS5).

Embora o After Effects possa criar imagens próprias, ele é geralmente utilizado com materiais compostos a partir de outras fontes para fazer animações gráficas. Por exemplo, com a foto de uma nave espacial e a imagem de estrelas no fundo, o After Effects poderia ser utilizado para colocar a nave na frente do fundo e animá-la para através das estrelas.

Cada imagem ou vídeo é uma camada na linha do tempo, de forma semelhante a um sistema de edição não-linear ou NLE. O After Effects, diferente dos NLE's, trabalha com orientação por camadas (layer-oriented) e os sistemas de edição não-linear utilizam orientação por faixa (track-oriented). Isto significa que, no After Effects, cada objeto de mídia (vídeo, clipe de áudio, imagem, etc) ocupa a sua própria pista; em contrapartida, NLE's usam um sistema em que cada objeto de mídia podem ocupar a mesma pista, já que elas não se sobrepõem no tempo. Esse sistema de orientação por faixas é mais adequado para edição e pode manter projetos de arquivos muito mais conciso. O sistema de orientação por camadas que o After Effects adota é adequado para o extensivo trabalho de efeitos e quadros chaves (keyframes). Embora outros programas de composição - especialmente aqueles que empregam árvores (tree) ou nós gráficos (node workflows), tais como o Apple Shake - sejam mais adequadas para gerenciar grandes volumes de objetos dentro de um composição, o After Effects é capaz de contornar um pouco essa desorganização escondendo camadas seletivamente (usando o Shy switch) ou pelo agrupamento em pré-composições. O After Effects tem um característico painel de Fluxograma, que é semelhante a árvore ou nó gráfico, mas esta perspectiva de uma composição é principalmente para a fins de exibição e não é totalmente funcional. A interface principal consiste em vários painéis (janelas em versões anteriores ao After Effects 7.0). Três dos mais comumente usados são os painéis Projeto (Project), Composição (Composition) e Linha de tempo (Timeline). O painel Projeto funciona como uma pasta para importar itens de vídeos, clipes de áudio, imagens e outros arquivos. Os itens no painel Projeto são utilizados no painel Linha do tempo, onde o início e fim de cada camada pode ser ajustado. Os itens visível no atual momento do marcador na Linha do tempo são exibidas no painel Composição.

O After Effects integra-se a outros softwares da Adobe Systems com o Illustrator, Photoshop, Premiere Pro, Encore e Flash.[1]

Histórico[editar | editar código-fonte]

After Effects foi originalmente criado pela CoSA[2] na cidade de Providence, Rhode Island, USA. A versão 1.0 foi lançada em janeiro de 1993. A versão 2.1 introduzia a aceleração para PowerPC em 1994. CoSA juntamente com o After Effects foi adquirida pela corporação Aldus em Julho de 1993. A Aldus foi posteriormente adquirida pela Adobe em 1994, junto o PageMaker e o After Effects. O primeiro lançamento do After Effects pela Adobe foi a versão 3.0 em 1995.

desenvolvedor data de lançamento plataforma versão nome de código alterações significativas
CoSA Janeiro de 1993 Mac OS 1.0 Egg Composição em camadas com mascaras, efeitos, keyframes, transformação de escala, keyframes
Maio de 1993 Mac OS 1.1 Mais efeitos
Aldus Janeiro de 1994 Mac OS 2.0 Teriyaki Janela de "Time Layout", rendenização em "multi-machine", "Frame Blending"
Adobe Outubro de 1995 Mac OS 3.0 Nimchow "Render Queue", mascara com controles "Bezier", remapeamento de tempo, "Keyframe Assistants", múltiplos efeitos por camada, gráfico de velocidade, "Motion Tracker", "Motion Math", rasterização constante de arquivos do Adobe Illustrator, arquivos do Adobe Photoshop importados com camadas/ "Transfer Mode"/ suporte a canal de alpha, pulldown 3:2, suporte a pixel non-square, "Proxies", primeiras versões em idioma japonês
Abril de 1996 Mac OS 3.1 Suporte a vários formatos de arquivos, multiprocessamento, "Keying" avançado, "Wiggler", motion sketch, smoother
Maio de 1997 Windows 3.1 Dancing Monkey Primeira versão para Microsoft Windows, menus de contexto, primeiras versões em idioma frances e alemão
Janeiro de 1999 Mac OS, Windows 4.0 ebeer Janelas de visibilidade por demanda, múltiplas máscaras por camadas, efeitos de "Warping", "Particle Playground", efeitos de áudio, camadas de ajustes, régua e guias, rótulos coloridos na timeline, "RAM Preview", importação de projetos do Adobe Premiere, primeira versão com lançamento simultâneo para Mac e Windows
Setembro de 1999 Mac OS, Windows 4.1 Batnip Visualização em fluxograma, "Watch Folder", efeitos de canais 3D, comando "Collect Files", auto deinterlace, sequenciamento de camadas, salvamento de efeitos personalizados (.ffx), separação de preenchimento/ contorno, suporte de imagens com dimensões de até 30,000×30,000 pixels
Abril de 2001 Mac OS, Windows 5.0 Melmet Ambiente 3D, expressões, canais de cor de 16 bits
7 de Janeiro de 2002 Mac OS, Windows 5.5 Fauxfu Rendenização avançada de 3D, múltiplas visualizações em 3D
Agosto de 2003 Mac OS, Windows 6.0 Foodfite "Paint", suporte a scrits, camadas de texto, Suporte ao OpenGL
Maio de 2004 Mac OS, Windows 6.5 Chambant Clonagem de pixel, presets de animações, controle de granulação
Janeiro de 2006 Mac OS, Windows 7.0 Clamchop Novos paneis ancoráveis, canais de color de 32 bits (Floating Point), controle do "Display Color", "Dynamic Link" com o Adobe Premiere Pro, primeiras versões em idioma espanhol e italiano
2 de Julho de 2007 Mac OS, Windows CS3 (8.0) Metaloaf Camadas de formas, ferramenta de titeragem, "Brainstorm", "Clip Notes", controle completo de cor
22 de Janeiro de 2008 Mac OS, Windows CS3 (8.0.2) Suporte Panasonic P2
23 de Setembro de 2008 Mac OS, Windows CS4 (9.0) Chinchillada Busca rápida (QuickSearch) no projeto e timeline, "Mini-Flowchart", manipulação dinâmica de camadas em 3D importadas do Adobe Photoshop, Separação dos controles de eixos X, Y e Z, efeito "Cartoon", projetos com XMP metadata, Inclusão da ferramenta "Mocha" da Imagineer Systems
5 de Janeiro de 2009 Mac OS, Windows CS4 (9.0.1) Chinchillada Suporte a arquivos RED R3D (através de plugin REDCODE v1.3)
29 de Maio de 2009 Mac OS, Windows CS4 (9.0.2) Lottadotta Melhoria de variados tipos de "Crashes", suporte como clipe para arquivos RED R3D (através de plugin REDCODE v1.7), suporte a XDCAM HD (com MXF)
30 de Abril de 2010 Mac OS, Windows CS5 (10.0) Esgocart 64-bit nativo em OS X e Windows, ferramenta "roto brush", efeito "refine matte", mocha versão 2.0, suporte a LUT, importação de AVC-Intra e melhoria suporte RED (R3D), melhoria em "Align" dos panéis, Synthetic Aperture Color Finesse 3, Digieffects FreeForm, modo auto-keyframe
3 de setembro de 2010 Mac OS, Windows CS5 (10.0.1) Esgodot Conserta boa parte dos crashes e bugs, Atualizações do RED, melhorada a compatibilidade LUT (.3dl com pontos-flutuantes), atualizações para plug-ins de terceiros
8 de abril de 2011 Mac OS, Windows CS5 (10.0.2) Esgodoh Resolve o erro de abertura "Unexpected data type" em projetos que faltam efeitos, conserta o crash com o Direcional Blur e outros efeitos em computadores com 16 ou mais processadores lógicos.
11 de abril de 2011 Mac OS, Windows CS5 (10.5) Codname Efeito Warp Stabilizer, Desfoco de lente de câmera melhorados para campo de visão e bokeh, suporte à código de timecode e efeitos de timecode melhorados,Criação de 3D Estereoscópico e óculos 3D melhorados, Entidade de Luz Lightoff, Importação de CinemaDNG, adicionadas mais funcionalidades ao RED (R3D), Saída XDCAM e XDCAM HD, integração com o Adobe Audition CS5, Salvar como CS5
30 de Junho de 2011 Mac OS, Windows CS5 (10.5.1) Codot Conserta o atraso quando digita-se em uma camada de texto se a seta do mouse estiver abaixo do painel de composição, incapacita a utilização de um número serial de atualização

Plug-ins[editar | editar código-fonte]

After Effects tem um extensivo suporte a plug-ins; e uma ampla gama de plug-ins de terceiros estão disponíveis. Há uma vasta variedade de estilos de plug-in existentes, tais como sistemas de partículas realistas para efeitos de chuva, neve, chamas, etc.

Usando plug-ins de terceiros, o After Effects pode criar efeitos 3D. Esses tipos de plug-ins 3D usam basicamente camadas 2D do After Effects. Gráficos do Adobe Illustrator também podem ser carregados e rendenizados em 3D usando plug-ins, tais como Zaxwerks 3D Invigorator Pro. Alguns fabricantes bem conhecidos de plug-in são Automatic Duck, Boris FX, Conoa, Cycore FX, Digieffects, Digital Anarchy, Digital Film Tools, The Foundry, FXhome, GenArts, GridIron Software, Noise Industries, RE:Vision Effects, Red Giant Software, Synthetic Aperture, Trapcode, Video CoPilot, e Zaxwerks.

Além de efeitos 3D, existem plug-ins para fazer filme ou vídeo parecido com desenhos animados; simular fogo, fumaça, ou água; sistemas de partículas; movimentos lentos; calcular o movimento de 3D de uma câmera de vídeo 2D em um trecho; eliminar cintilação, ruído, ou aparelhamento de linhas; interpretando timelines do Final Cut Pro ou Avid; acrescentando correção de cor high-end e outras melhorias e efeitos visuais.

Produtos Similares[editar | editar código-fonte]

Os concorrente do After Effects mais conhecidos são: Combustion, Flame e Sony Vegas da Autodesk; Shake e Motion da Apple Inc.; Digital Fusion da eyeon Software; Nuke da The Foundry; Boris RED, Boris BLUE, Boris FX e Boris Graffiti da Boris Fx. Como alternativa em código aberto existe o CineFX, embora suas funcionalidades sejam limitadas se comparadas ao Adobe After Effects e similares.

Referências

  1. Adobe After Effects CS4: Integration (HTML) (em inglês). Adobe Systems. Página visitada em 20 de maio de 2009.
  2. After Effects Timeline (HTML) (em inglês). Company of Science and Art. Página visitada em 20 de maio de 2009.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]