Aforismo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde dezembro de 2009)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.

Aforismo (do grego aphorismos "definição", a partir de aphorizein "delimitar, separar", de apó- "afastado, separado" ou "proveniente, derivado de" + horos, "fronteira, limite" e horizein "limitar", através do latim aphorismus[1] ) é uma sentença concisa, que geralmente encerra um preceito moral.

Exemplos[editar | editar código-fonte]

  • Hipócrates: "A vida é breve, a arte é longa, a ocasião fugidia, a experiência enganosa, o julgamento difícil".
  • Friedrich Nietzsche: "Deus está morto. Viva Perigosamente. Qual o melhor remédio? - Vitória!"

"O que seria do pobre vaga-lume, sem a escura noite?"

"O amor dinamita a ponte e manda o amante passar."

"Seria cômico, se não fosse trágico"

"Há quem tenha saudades da crítica literária, substituída pela crítica universitária."

"Não há felicidade que resista à continuação de tempos felizes."

"Somos humildes na esperança de um dia sermos poderosos."

"A inteligência superior vive em débito com os admiradores, que lhe exigem tudo."

"O otimismo é um cheque em branco a ser preenchido pelo pessimista."

"O sofrimento é repartido ao longo da vida e separado por blocos de esquecimento."

"A tradição é cultuada pelos que não sabem renová-la."

"A vida é breve, a velhice é longa."

"O verso é uma vitória sobre os limites da linguagem."

"É bom ler e é ótimo ter lido"

"O sonho é o pensamento em férias"


Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikcionário
O Wikcionário possui o verbete aforismo.
Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.