Alonso de Ojeda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Alonso de Ojeda

Alonso de Ojeda (Cuenca, 1466Santo Domingo, 1516) foi um navegador espanhol.

Almirante da marinha espanhola, participou da busca da rica província aurífera de Cibao em cuja expedição teve de socorrer o alcaide da Fortaleza de Santo Tomás, do ataque dos indígenas, liderados pelo cacique Caonabó, onde este acabou sendo preso.

Como recompensa recebeu dos reis católicos a concessão de seis léguas de terreno em Maguana. Em pouco tempo partiu para a Espanha, onde, devido à sua estreita relação com o Bispo Fonseca, conseguiu permissão para organizar uma viagem ao Novo Mundo.

Em maio de 1499, a expedição comandada pelo navegador espanhol Alonso de Ojeda  alcança a foz do rio Orinoco e chega a Ilha de Margueritta(atual Venezuela).

Em 1501 foi nomeado governador da ilha de Cuquibacoa, para onde partiu no ano seguinte na companhia de Juan de Vergara e García de Ocampo.

Em 1507 recebeu a missão de percorrer a costa da Nova Andaluzia e parte da bacia de Cartagena das Índias próximo à costa. Após uma campanha contra os índios, fundou, em fevereiro de 1510, San Sebastián, o primeiro assentamento europeu no continente sul-americano.

Mudou-se para Santo Domingo, onde morreu, pobre e abandonado, em 1516.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.