Ambystoma maculatum

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma caixa taxonómicaAmbystoma maculatum
Spotted salamander on leaf.jpg

Estado de conservação
Status iucn3.1 LC pt.svg
Pouco preocupante
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Amphibia
Ordem: Caudata
Família: Ambystomatidae
Género: Ambystoma
Espécie: A. maculatum
Nome binomial
Ambystoma maculatum
(Shaw, 1802)

Ambystoma maculatum é uma espécie de anfíbio caudado pertencente à família Ambystomatidae. Pode ser encontrada nos Estados Unidos da América e no Canadá.

Simbiose[editar | editar código-fonte]

Um estudo por Ryan Kerney, da Universidade de Dalhousie, revelou que células de uma espécie de algas, Oophila amblystomatis vivem simbioticamente dentro das células de Ambystoma maculatum, desde que estes são apenas embriões. Esta relação simbiótica já era conhecida anteriormente, mas pensava-se que as algas não entravam nas células do anfíbio. É o primeiro caso descrito de um organismo fotossintético a viver dentro de células de um vertebrado.[1] Uma característica interessante é a presença das células fotossintetizantes no aparelho reprodutor das fêmeas, o que, de certa forma, evidencia onde ocorre a invasão nas células embrionárias.[2] [3]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Salamander's egg surprise : Nature News. Página visitada em 2010-08-19.
  2. A solar salamander : Nature News. Página visitada em 2012-04-09.
  3. Salamander is world's first photosynthetic vertebrate : Mother Nature Network. Página visitada em 2012-04-09.
  • Hammerson, G. 2004. Ambystoma maculatum. In: IUCN 2007. 2007 IUCN Red List of Threatened Species. <www.iucnredlist.org>. Acessado em 10 de setembro de 2008.
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Ambystoma maculatum
Ícone de esboço Este artigo sobre anfíbios caudados, integrado no Projeto Anfíbios e Répteis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.