André III da Hungria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
André III

André III (Endre, em húngaro) (*c. 1265 — †14 de janeiro de 1301) foi rei da Hungria de 1290 até a sua morte, com a qual extinguiu-se a linhagem masculina da Dinastia de Árpád.

Devido ao crescente poder dos senhores feudais húngaros e ao correlato enfraquecimento do poder central, o país afundou em completa anarquia no final dos anos 1290.

Seguiu-se à morte de André um interregno no qual Otão, Duque da Baviera, o futuro Venceslau III da Boêmia e Carlos Roberto de Anjou foram proclamados reis por diferentes facções da nobreza feudal húngara. Por fim, a dinastia angevina logrou consolidar-se no poder e Carlos Roberto (neto de Maria Árpád da Hungria - esta, irmã de Ladislau IV da Hungria - e irmão e herdeiro de Carlos Martel de Anjou) foi reconhecido como rei da Hungria.

André III foi o primeiro rei a convocar uma Dieta na Hungria.

André era neto de André II da Hungria.

Árvore genealógica da Casa de Árpád[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Ladislau IV
Rei da Hungria
12901301
Sucedido por
Ladislau V