Anticorpo antinuclear

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Os anticorpos antinucleares, também conhecidos como fator antinuclear (FAN), são anticorpos que estão presentes em número mais alto que o normal em doenças autoimunes. O teste de anticorpos antinucleares mede o padrão e quantidade de autoanticorpos que podem atacar os tecidos do corpo como se fossem um material estranho.

Os autoanticorpos estão presentes em pequenas proporções na população geral, mas em cerca de 5% da população, a sua concentração está incrementada, e cerca de metade destes 5% padece de uma doença auto-imune.

Classificação[editar | editar código-fonte]

Após a detecção de altos títulos de FAN (ex: 1:16), vários subtipos são determinados.[1] Geralmente isso é feito utilizando-se células da linhagem celular HEp-2.[2] Alguns exemplos incluem:

Referências

  1. Kavanaugh A, Tomar R, Reveille J, Solomon DH, Homburger HA. Guidelines for clinical use of the antinuclear antibody test and tests for specific autoantibodies to nuclear antigens. American College of Pathologists. Arch Pathol Lab Med 2000;124:71-81. PMID 10629135.
  2. Fator Antinuclear em Células HEp-2 (em português)
  3. Padrões de Imunofluorescência do Fator Antinuclear (FAN) em Células HEp-2 de Soros Reagentes para Anti-SSA/Ro (em português)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Predefinição:Esboço-imunologia