Arkhyz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde fevereiro de 2011). Por favor, adicione mais referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros, acadêmico)Yahoo!Bing.
A Igreja Norte é dedicada a São Jorge.
Igreja Central depois de reparos em 1897.
Igreja Sul em 1882.

Arkhyz (em russo: Архыз) é uma região montanhosa na vizinhança do aul epônimo. Ela se situa a uma altitude de 1450 metros, no vale do rio Bolshoi Zelenchuk, República de Carachai-Circássia, Grande Cáucaso, Rússia, a uma distância de cerca de 70 km do Mar Negro. A vila moderna do local foi fundada em 1923, perto da confluência dos rios Arkhyz e Psysh. As montanhas do entorno elevam-se cerca de 3 000 m acima do nível do mar.

Nizhny Arkhyz é uma região de preservação arqueológica, estendendo-se por 4 km em torno das ruínas de Nizhnearkhyzskoe gorodishche, identificada como a capital de Alania, um reino cristão medieval destruído no século XIII pelas hordas de Möngke Khan. Nenhum documento bizantino menciona o nome da cidade, mas al-Mas'udi refere-se a ela como Ma'as ou Maghas.

Igrejas[editar | editar código-fonte]

O detalhe mais marcante do lugar é um grupo de três igrejas medievais, cuja construção é associada às atividades missionárias do patriarca de Constantinopla Nicolau I Místico no Cáucaso. Três estruturas guardam muita semelhança com as igrejas Shoana e Senty, situadas em vales vizinhos. No século XIX, as igrejas foram afiliadas ao mosteiro de Santo Alexandre Nevsky. Com a queda da União Soviética, uma comunidade monástica renasceu no local.

A Igreja Norte parece ter sido a catedral da diocese de Alânia, entre os séculos X e XIII. A cúpula tem uma altura de 21 metros no seu ponto mais alto. O nártex continha no passado um batistério. Um viajante do século XIX descreveu afrescos bizantinos, que ainda eram visíveis nas suas paredes.

A Igreja Central parece ter sido concebida mais cedo que as outras duas, na forma de uma cruz regular, mas ela foi estendida a oeste logo após sua construção original. Ela é muito maior que a Igreja Sul, que foi construída em alvenaria de cascalho grosso, extensivamente restaurada por monges em 1899. Ela caiu em desuso durante os anos soviéticos, mas foi reconsagrada a Santo Elias. A Igreja Sul mantém a distinção de ser a igreja mais antiga em funcionamento de toda a Rússia.[1]

Remanescentes Ossetas[editar | editar código-fonte]

A 30 km de Nizhny Arkhyz foi encontrada em 1888 uma curta inscrição funerária, escrita em caracteres gregos, datada de 941 ou 963. A inscrição foi interpretada por Vasily Abayev o texto mais antigo preservado em língua osseta.

Observatório[editar | editar código-fonte]

Arkhyz é também o local do SAO RAS, um observatório astronômico. Por muito tempo, o telescópio óptico do SAO RAS foi o maior telescópio refletor de espelho sólido do mundo, com 6 metros de diâmetro.[2]

Notas[editar | editar código-fonte]

  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Arkhyz», especificamente desta versão.

Referências

  1. Informações sobre a igreja, do site do Arkhyz Observatory]
  2. The Encyclopedia Americana. Grolier Inc., 1988. ISBN 0717201120. Page 180.

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Arkhyz