Barbosella miersii

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma caixa taxonómicaBarbosella miersii
Barbrodria miersii.jpg

Classificação científica
Domínio: Eukaryota
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Liliopsida
Ordem: Asparagales
Família: Orchidaceae
Subfamília: Epidendroideae
Tribo: Epidendreae
Subtribo: Pleurothallidinae
Género: Barbosella
Espécie: B. miersii
Nome binomial
Barbrodria miersii
(Lindl.) Schltr. 1918
Sinônimos

Barbrodria miersii
Pleurothallis miersii
Restrepia miersii
Humboldtia miersii

Barbosella miersii é uma género botânico pertencente à família das orquídeas (Orchidaceae). É uma das menores espécies de orquídeas brasileiras, se não a menor.

Em 1981 Luer propôs que esta espécie fosse separada de Barbosella, no gênero Barbrodria, por não apresentar o mesmo tipo de articulação que une o labelo e a coluna daquelas flores, mas sim apenas uma união móvel, contínua e delicada, no entanto isto tornaria o gênero Barbosella polifilético. de modo que o novo gênero não foi aceito.

Habitat[editar | editar código-fonte]

Originária do sudeste brasileiro, onde vive em florestas sombrias saturadas de umidade, pode ser encontrada mesmo dentro da cidade de São Paulo, nas florestas do Jardim Botânico. São plantas epífitas de crescimento reptante.

Descrição[editar | editar código-fonte]

São plantas de rizoma rasteiro, sem ramicaule aparente, capazes de formar grandes e densos tapetes com suas folhas. Quando bem cultivadas florescem profusamente. Apresentam apenas uma flor minúcula por inflorescência, que brota em longo e finíssimo pedúnculo.

As flores que mal passam de dois milímetros, têm as sépalas laterais semi concrescidas e bem abertas em relação a sépala dorsal. As pétalas muito menores que as sépalas e menos acuminadas. O labelo é bastante pequeno em comparação às sépalas. Diferem da maioria dos gêneros desta subtribo por terem quatro polínias.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Barbosella miersii

Referências[editar | editar código-fonte]

  • R. Govaerts, D. Holland Baptista, M.A. Campacci, P.Cribb (K.), World Checklist of Orchidaceae of Brazil. The Board of Trustees of the Royal Botanic Gardens, Kew. Published on the Internet (em inglês) (2008).
  • Luer, Carlyle A.: Icones Pleurothallidinarum (sistemática de Pleurothallidinae), volumes I a XIX, Missouri Botanical Garden press (1978-2007).
  • Pridgeon, A.M., Cribb, P.J., Chase, M.A. & Rasmussen, F. eds.. Genera Orchidacearum vol. 4 - Epidendroideae (Part 1). Oxford Univ. Press (2006).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]