Batalhão Sagrado de Tebas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Batalhão Sagrado de Tebas (em grego antigo: 'Ιερός Λόχος τῶν Θηβῶν, transl. Hierós Lókhos tón Thebón) era uma tropa de soldados selecionados, que consistia de 150 casais homossexuais masculinos[1] organizados por idade, que formavam a tropa de elite do exército tebano no século IV a.C..[2] Foi organizada pelo comandante Górgidas, em 378 a.C., e desempenhou um papel crucial na Batalha de Lêuctra. Foi, no entanto, completamente aniquilado por Alexandre, o Grande, então ainda combatendo em nome de seu pai, Filipe II da Macedônia, durante a Batalha de Queroneia, em 338 a.C..

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Paul Walter Ludwig. Eros and Polis: Desire and Community in Greek Political Theory. [S.l.]: Cambridge University Press, 2002. ISBN 9780521810654
  2. Ludwig, p. 60.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Ludwig, Paul Walter. Eros and Polis: Desire and Community in Greek Political Theory. Cambridge, 2002.
Ícone de esboço Este artigo sobre História Militar é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.