Brasão de armas da Jamaica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Coat of arms of Jamaica.svg

Considerado um legado Britânico ligeiramente alterado, o brasão de armas da Jamaica foi concedido ao país em 1661 por Requerimento Real. O original foi desenhado por William Sancroft, então Arcebispo da Cantuária.

História[editar | editar código-fonte]

Governo e oposição acordaram que as Armas existentes (concedidas em 1661) constituiam um "emblema de grande significado histórico para a nação que deve ser mantido".

Todos os elementos do brasão representam a Jamaica em muitos aspectos: os ananases - como fruto nativo, os Aruaques - como os primeiros habitantes, e o crocodilo - réptil nativo do país. O uso do Elmo Real e Paquifes são de uma distinção única, concluiu o país.

A concessão de armas original foi feita em Fevereiro de 1662, e não em 1661. Isto porque na altura, era usado o calendário Juliano (em que o Ano Novo começava a 25 de Março), sendo por isso 1661, quando hoje em dia seria 1662.

Alterações ao brasão[editar | editar código-fonte]

O brasão de armas Jamaicano passou por algumas modificações, mas apenas três delas foram registadas oficialmente. Essas mudanças ocorreram em 1692, 1957 e 1962.