Bretwalda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde Dezembro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Bretwalda é um termo anglo-saxão, cujo primeiro registro de uso vem da Crônica Anglo-Saxônica. Foi usado naquela crônica para designar alguns reis anglo-saxões do século V da Heptarquia que haviam sobressaído sobre os demais reinos.

Não está claro se a palavra realmente data do século V, ou se foi invenção do século IX. Os reis da Mércia, que foram soberanos entre os séculos VII a IX, não receberam o título de Bretwalda, pela Crônica - mas apenas os que lhes eram contrários. Se foi um título por estes usado é algo obscuro, entretanto o poder desses monarcas era até maior do que os listados pela Crônica.

O termo também surge num documento de Æthelstan, rei dos ingleses. Aparece com várias grafias (brytenwalda, bretenanwealda, etc.), e tem o significado de "Senhor dos Bretões" ou "Senhor da Bretanha"; embora a derivação da palavra seja incerta, a raiz parece ser cognata dos termos bretão e Bretanha; John Mitchell Kemble, entretanto, deriva Bretwalda do inglês antigo breotan (que significa distribuir) e translata como "regente geral"1

Referências

  1. Kemble, John Mitchell. The Saxons in England. A History of the English Commonwealth till the Period of the Norman Conquest. Londres: Bernard Quaritch, 1876.
Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.