Carino de Balsamo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Beato Carino de Balsamo
Domenico Zampieri, O assassinato de São Pedro Mártir
Nascimento  em Cinisello Balsamo, Itália
Morte 1293 em Forlì, Itália
Veneração por Igreja Católica
Festa litúrgica 28 de abril
Gloriole.svg Portal dos Santos

Carino Pietro de Balsamo, mais conhecido como Carino de Balsamo, (m. Forlì, Itália, 1293) foi um religioso italiano, venerado como beato pela Igreja Católica, famoso por ser o assassino do dominicano Pedro de Verona.[1]

Antes de sua entrada na Ordem Dominicana, Carino, foi, segundo a tradição católica, um homem cruel, sem escrúpulos, que havia sido contratado por cátaros milaneses para matar Pedro, um proeminente inquisidor católico. Carino era um nativo de Cinisello Balsamo. O assassinato ocorreu em 6 de abril de 1252, quando Pedro estava retornando de Como para Milão. O cúmplice de Carino era chamado Manfredo Clitoro, de Giussano. Os dois assassinos seguiram Pedro até um local abandonado nas proximidades de Barlassina, onde Carino partiu a cabeça de Pedro e feriu mortalmente Domenico, um frade que acompanhava Pedro.

Carino fugiu para um mosteiro dominicano em Forlì, e confessou seu crime a Giacomo Salomoni de Veneza, também venerado como beato.[1] Carino fez penitências e se tornou um irmão leigo.[1] Manfredo posteriormente fugiu das autoridades e pode ter encontrado refúgio entre os valdenses dos Alpes.

Veneração[editar | editar código-fonte]

Após sua morte, Carino foi venerado pelo povo de Forlì.[1]

A norma para o culto de Carino através do papado começou em 1822, mas a morte do Papa Pio VII atrasou o processo, e a papelada foi perdida.[1]

Carino está enterrado na Catedral de Forlì.

Referências

  1. a b c d e Beato Carino Pietro da Balsamo (em italiano). Santi e Beati. Página visitada em 25 de outubro de 2011.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]