Carlo Rainaldi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Carlo Rainaldi (Roma, 4 de maio de 1611 – Roma, 8 de fevereiro de 1691) foi um arquitecto italiano, do período Barroco.

Arquitectura[editar | editar código-fonte]

Rainaldi foi um dos arquitectos mais atuantes na Roma do século XVII, conhecido por uma certa grandeza em seus desenhos. Trabalhou primeiro com seu pai, Girolamo Rainaldi, artista que introduziu o estilo maneirista na cidade. Após a morte deste, abraçou o estilo monumental do Barroco.

Ganhou ascendência na corte quando o Papa Urbano VIII (da família Barberini) foi substituído pelo mais austero Inocêncio X (da família Pamphilj). Seus trabalhos incluem a fachada da igreja de Santo André do Vale (1661-1665), as igrejas gêmeas de Santa Maria dos Milagres e Santa Maria em Montessanto, e finalmente a igreja de Santa Maria em Campitelli, considerado seu melhor trabalho. Fracassou no entanto em completar a fachada da igreja de Sant'Agnese em Agone, onde trabalhou de 1653 até 1657.

Em paralelo a seu trabalho como arquitecto, Rainaldi também foi o encarregado da cenografia de eventos religiosos, como uma Quarant'ore na igreja de Il Gesú em 1650 e a cerimônia fúnebre para o rei Filipe IV de Espanha, em 1665.


Ícone de esboço Este artigo sobre arquitetura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.