Carlos Ponce

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Carlos Ponce
Nome completo Carlos Armando Ponce Freyre
Nascimento 04 de Setembro de 1972 (42 anos)
San Juan, Porto Rico
 Estados Unidos
Nacionalidade Portoriquenho
Ocupação ator/cantor
Outros prêmios
  • Artista Revelação - Premios Lo Nuestro
  • Artista Pop Revelação do Ano - Premios Tu Musica
  • Melhor Álbum Pop - Billboard Magazine


Carlos Armando Ponce Jr (Carlos Armando Ponce Freyre), mais conhecido como Carlos Ponce ou Ponce (San Juan, 4 de setembro de 1972) é um ator, cantor, compositor e uma personalidade de TV nascido em Porto Rico.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Primeiros anos[editar | editar código-fonte]

Ponce nasceu em Santurce, Porto Rico. Seus pais, Carlos Ponce e Esther Freyre, sairam de "Cuba" para "Revolução". Após seu nascimento, a família mudou-se para "Humacao". Quando criança, ele participava ativamente de peças na sua escola e em casa ele costumava fazer um show para a família onde ele iria cantar as músicas mais recentes. "Carlitos", como é conhecido em Porto Rico, começaram a aparecer em comerciais de televisão com 6 anos de idade. Ele cursou o ensino médio em Humacao e foi membro do clube da escola drama. Em 1986, a família mudou-se para Miami, Flórida e Ponce continuou a participar em produções de sua escola. Ele foi nomeado o melhor ator de estudantes da região sul dos Estados Unidos. Em 1990, Ponce participou na Conferência de Teatro do Sudeste e competiu pela chance de ganhar uma bolsa de estudos. Ele venceu e se matriculou na Escola do Novo Mundo das Artes de Inverno. No entanto, o canal latino Univision ofereceu a Ponce a oportunidade de sediar um show chamado Hablando (Falando). Esta foi sua estréia na televisão e depois de sua estréia, ele desistiu de seus estudos universitários.

Carreira de Ator[editar | editar código-fonte]

Após o show chegar ao fim, Ponce foi ao México para visitar um amigo. Lá, ele visitou o canal de televisão Televisa. O diretor de talentos do canal encontrou Ponce e ofereceu seu primeiro papel em uma novela: Fuego en la Sangre, estrelado por Adela Noriega e Eduardo Yáñez. Ele participou de outra novela para a Televisa, Sentimientos Ajenos, no qual ele interpretou o personagem principal. Ponce também cantou a música-tema para a produção. Ele recebeu o "Ator Revelação de 1997" pela revista Eres e nomeado "Melhor Ator" pela Revista TV y Novelas (ambos são publicações mexicanas). Entre produções, Ponce retornou a Miami e a Univision contratou-o como o anfitrião de um novo programa, Control. Ele organizou o show por três anos e ganhou um "Prêmio ACE". Em 2003, Ponce se juntou a Entertainment Tonight como correspondente. Ele também organizou um evento Entertainment Tonight - Casamentos Celebridades Unveiled, uma CBS primetime especial. Ponce sediou o concurso Miss Universo 2006 em Los Angeles, com Shandi Finnessey, Nancy O'Dell e Kressley Carson. Em 2007, ele estrelou a novela Chocolate Dame ao lado de Génesis Rodríguez e Monroig Karla.

Em 2011 retornou ao México para protagonizar a novela Dos Hogares, ao lado da cantora e atriz Anahí, onde interpretam o tema principal do casal, intitulado Rendirme en tu Amor.

Televisão Americana[editar | editar código-fonte]

Durante este período, ele também fez sua estréia na televisão americana com a sua participação na série de TV Beverly Hills, 90210 e 7th Heaven. Ele também fez aparições em Live with Regis and Kathie Lee e Donny & Marie. Em 2000, Ponce gravou seu segundo álbum, Todo lo que Soy. Os Jogos Mundiais Athletic realizado em Sevilha, Espanha adoptou a canção "Amélia" do segundo álbum de Ponce como seu tema oficial. Nesse mesmo ano, ele foi contratado pela Walt Disney Studios para interpretar a música "Bella Notte" para o filme de animação Lady and the Tramp II: Scamp's Adventure. Ele também apareceu na série da ABC, Once and Again. Depois da tragédia do 11 de setembro de 2001, Ponce se juntou a um grupo de 100 cantores latino-americanos, que se uniram para prestar homenagem às vítimas, gravando Ultimo Adios. O produto da gravação foram doados às famílias das vítimas. Nesse mesmo ano participou da novela da Televisa, Sin Pecado Concebido, junto com a atriz mexicana, Angélica Rivera. Em 2002, gravou o tema da novela La Venganza que foi protagonizada por Gabriela Spanic e gravou seu terceiro álbum, Ponce, mais tarde naquele ano, ele assinou um contrato com a Telemundo para estrelar um reality show chamado Protagonista de la Musica, que se tornou um dos programas mais populares latino-americanos nos EUA e Porto Rico. Em 2006, Ponce participou da gravação controversa da versão em espanhol de "The Star-Spangled Banner", chamada "Nuestro Himno", ao lado de Wyclef Jean, Gloria Trevi e Tanon Olga. Naquele mesmo ano, Ponce também desempenhou um papel em um filme Lifetime, Break-In.

Em maio de 2008, VH1 começou uma pesquisa para América "numero uno telenovela star" e narrou a jornada ao estrelato em seu mais novo da série original, "Viva Hollywood!". O "Viva Hollywood!" elenco de estrelas latinas passaram para a "Casa De Locos", onde dominaram os "7 Pecados Capitais de Telenovelas".

Carreira de cantor[editar | editar código-fonte]

Em 1998, Emilio Estefan assinou um contrato de gravação com Ponce. Seu primeiro álbum foi intitulado Carlos Ponce, e incluía três de suas próprias composições. O álbum alcançou a posição # 1 na Billboard Latin durante nove semanas na comunidade hispânica dos Estados Unidos. Ele também alcançou o 1 º lugar na América Central e América do Sul. Ele foi premiado com um prêmio Platina Duplo para as vendas que seu álbum gerou. Na Billboard Hot Latin Tracks, Carlos Ponce atingiu o número um local três vezes, com "Rezo", "decir Adiós" e "Escúchame".

Filmes[editar | editar código-fonte]

Em 2003, Ponce interpretou ele mesmo no filme Chasing Papi ao lado do companheiro Puertoriquenho Roselyn Sánchez, Vidal Lisa, Walter Mercado e atriz colombiana Sofía Vergara. Depois desta experiência, partiu para Nova Zelândia, onde participou no filme independente Meet Me in Miami. Em 2005, Ponce apareceu brevemente no filme Deuce Bigalow: European Gigolo.. Ponce foi escalado como Salvadore, um instrutor de yoga sexy.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Novelas[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
1994 Guadalupe Willy
1996 Sentimientos Ajenos Renato Armendia
2001 Sin Pecado Concebido Adrián Martorel Ibañez
2003 Ángel De La Guarda, Mi Dulce Compañía Gustavo
2007 Dame Chocolate Bruce Remington
2009 Más Sabe El Diablo Antonio "El Perro" Brando
2010 Perro Amor Antonio "El Perro" Brando
2011 Dos Hogares Santiago Ballesteros Ortiz Monasterio
2013 Santa Diabla Humberto Cano

Filmes e Series[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
1998 Beverly Hills, 90210' Tom Savin
2001 Once and Again Giancarlo
2003 Karen Sisco Will
2004 Maya & Miguel Santiago Santos
2004 Deuce Bigalow: European Gigolo Rodrigo
2005 Meet Me in Miami Luis
2005 Complete Guide to Guys Steve
1997-2006 7th Heaven Carlos Rivera
2006 Just My Luck Antonio
2006 Stranded Inspector Raddimus
2016 Vanished Raddimus
2008 Lipstick Jungle Rodrigo
2009 Couples Retreat Salvatore
2011 Rio Marce (voz)

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • 1998: Carlos Ponce
  • 1999: Todo Lo Que Soy
  • 2002: Ponce
  • 2003: La Historia
  • 2005: Celebrando 15 Años Con
  • 2010: Perro Amor

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Carlos se casou com uma namorada de adolescência, Veronica Ponce, que é uma fotógrafa profissional. Eles moram em Miami, Flórida, com seus quatro filhos, Giancarlo (nascido em 1999), Sebastián (nascido em 2001), e os gêmeos Savannah e Sienna (nascido em 2002). O casal adotou os gêmeos da Rússia. Em 2010, o casal anunciou a separação.

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Carlos Ponce