Carlota de Hanau-Lichtenberg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Carlota de Hesse-Darmstadt
Condessa de Hesse-Darmstadt
Condessa-herdeira de Hesse-Darmstadt
Período 5 de abril de 1717 - 1 de julho de 1726
Predecessor Doroteia Carlota de Brandemburgo-Ansbach
Sucessor Carolina de Zweibrücken
Cônjuge Luís VIII de Hesse-Darmstadt
Descendência
Luís IX de Hesse-Darmstadt
Jorge Guilherme de Hesse-Darmstadt
Carolina Luísa de Hesse-Darmstadt
Pai João Ricardo III de Hanau-Lichtenberg
Mãe Doroteia Frederica de Brandemburgo-Ansbach
Nascimento 2 de Maio de 1700
Bouxwiller, França
Morte 1 de julho de 1726 (26 anos)
Darmstadt, Alemanha

Carlota de Hanau-Lichtenberg (Carlota Cristina Madalena Joana), (2 de maio de 1700 - 1 de julho de 1726) foi a esposa do conde Luís VIII de Hesse-Darmstadt.

Família[editar | editar código-fonte]

Carlota foi a única filha do conde João Ricardo III de Hanau-Lichtenberg e da marquesa Doroteia Frederica de Brandemburgo-Ansbach. Os seus avós paternos eram o conde João Ricardo II de Hanau-Lichtenberg e a condessa Ana Madalena de Birkenfeld-Bischweiler. Os seus avós maternos eram o marquês João Frederico de Brandemburgo-Ansbach e a marquesa Joana Isabel de Baden-Durlach.[1]

Casamento e descendência[editar | editar código-fonte]

Como Carlota era a única filha dos condes de Hanau-Lichtenberg, tornou-se herdeira única do estado e património do seu pai, o que a tornava uma noiva muito desejável. O primeiro homem que a pediu em casamento foi o conde Guilherme VIII de Hesse-Cassel.[2] Se esta união tivesse acontecido, o condado de Hanau teria permanecido unido, contudo, as negociações falharam devido a diferenças religiosas, visto que Carlota era luterana e Guilherme calvinista.

Carlota acabaria por se casar com o conde Luís VIII de Hesse-Darmstadt que era luterano como ela. O casamento aconteceu no dia 5 de abril de 1717 e produziu três filhos:

Herança[editar | editar código-fonte]

Como Carlota morreu antes do pai, o seu filho, o futuro conde Luís IX de Hesse-Darmstadt, tornou-se herdeiro do condado de Hanau. Contudo esta herança dizia respeito apenas à zona de Lichtenberg, visto que a zona de Münzenberg seria herdada por Hesse-Cassel como resultado de um contracto entre Hanau e Hesse-Cassel. Começou então uma disputa porque não era claro que parte do distrito de Babenhausen seria dividida que acabou num conflito militar entre os dois estados. Hesse-Darmstadt ocupou Dietzenbach, Schaafheim e Schlierbach enquanto que Hesse-Cassel ocupou o resto de Babenhausen. A disputa só foi resolvida em tribunal e Hesse-Darmstadt venceu.

Referências

  1. European Royal History Journal: issue XLV, pages 33-37.
  2. Hessian State Archive Marburg, file: 4a:85.1