Carlos Frederico de Baden

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O grão-duque Carlos Frederico de Baden, por Johann Ludwig Kisling (1806).
Estátua de Carlos Frederico, em frente ao Castelo de Karlsruhe.

Carlos Frederico, grão-duque de Baden (Karlsruhe, 22 de novembro de 1728 — Karlsruhe, 10 de junho de 1811) foi o filho mais velho do príncipe Frederico de Baden-Durlach e de Amália de Nassau-Dietz, a filha de João Guilherme Friso, Príncipe de Orange.

Ele governou como marquês de Baden-Durlach de 1746 até 1771, quando ele herdou Baden-Baden da linhagem Bernardo. Ao herdar a última marca citada, o território original de Baden foi reunido. Carlos Frederico é tido como um grande exemplo de bom governador absoluto: ajudou escolas, universidades, a jurisprudência, o serviço civil, a economia, a cultura e o desenvolvimento urbano de seu território. Tornou ilegal a tortura em 1767 e a servidão em 1783.

Em 1803, Carlos Frederico tornou-se o eleitor de Baden e, em 1806, o primeiro grão-duque de Baden. Através das políticas do ministro e barão Sigismundo de Reitzenstein, Baden adquiriu as dioceses de Constança, Basileia, Estrasburgo, Speyer, Breisgau e Ortenau.

Em 1806, Baden juntou-se à Confederação do Reno.

Casamentos e filhos[editar | editar código-fonte]

Carlos Frederico desposou Carolina Luísa de Hesse-Darmstadt (1723-1783), em 28 de janeiro de 1751. Ela era filha do marquês Luís VIII de Hesse-Darmstadt. Tiveram os seguintes filhos:

Carolina Luísa faleceu em 8 de abril de 1783. Carlos Frederico, em 24 de novembro de 1787, casou-se morganaticamente, com Luísa Carolina Geyer de Geyersberg (1768-1820), filha de Luís Henrique Filipe de Geyer de Geyersberg. Como o casamento era morganático, os filhos de Carolina Luísa e de Carlos Frederico não poderiam sucedê-lo. Sua segunda esposa foi titulada baronesa de Hochberga quando se casou e condessa de Hochberga em 1796. Ambos os títulos foram usados por seus filhos. Tiveram os seguintes filhos:

Por volta de 1817, os descendentes de Carlos Frederico e de sua primeira esposa estavam morrendo. Para evitar que Baden fosse herdado pelo próximo herdeiro (e cunhado), o rei Maximiliano I da Baviera, o então grão-duque, Carlos, modificou a lei de sucessão para dar à família Hochberga direitos dinásticos completos em Baden. Dessa forma, eles se tornaram príncipes e princesas de Baden, com o tratamento de Alteza Grã-ducal, assim como seus meio-irmãos. Seus direitos de sucessão foram reforçados quando Baden ganhou uma constituição em 1818, reconhecida pela Baviera através do Tratado de Frankfurt de 1819. Leopoldo, o filho mais velho, ascendeu como grão-duque em 1830.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Carlos Frederico de Baden