Carwood Lipton

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde julho de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Clifford Carwood Lipton
Carwood lipton 506e.jpg

Carwood Lipton no Campo Toccoa, na Georgia.
Conhecido(a) por Lip
Nascimento
Huntington, Virgínia Ocidental
Morte
Southern Pines, Carolina do Norte
País  Estados Unidos
Força Exército Estadunidense
Anos em serviço 1942-1945
Hierarquia US-O1 insignia.svg Segundo-Tenente
Unidade 2º Batalhão do 506º Regimento de Infantaria de Pára-quedistas
Batalhas/Guerras Segunda Guerra Mundial
Condecorações - Coração Púrpura
- Estrela de Bronze
- Medalha de vitória na Segunda Guerra
- Citação Presidencial de Unidade
Outros Serviços Empresário da indústria de Vidros

Clifford Carwood "Lip" Lipton foi um oficial do exército dos Estados Unidos alocado na Companhia E (Easy), 2º Batalhão do 506º Regimento de Infantaria de Pára-quedistas da 101ª Divisão Aerotransportada. Lipton entrou para o exército em 1942 como soldado. Nos campos de batalha da Europa ele foi promovido a primeiro-sargento de Companhia e por último recebeu uma promoção para segundo-tenente. Ele disse que tal promoção fora a maior condecoração que ele recebera. O ator Donnie Wahlberg interpretou C. Carwood Lipton na minissérie da HBO, Band of Brothers.

Primeiros Anos[editar | editar código-fonte]

Lipton nasceu e cresceu em Huntington, Virgínia Ocidental. Seu pai morreu em um acidente de automóvel quando Lipton tinha 10 anos. Sua mãe esperava que ele, como primogênito, tornasse-se o "Homem da Família". Depois de completar 1 ano na Marshall University, em Huntington, ele deixou a faculdade por conta de problemas financeiros e foi trabalhar em uma produção relacionada à guerra. Após ler um artigo na Life Magazine sobre as dificuldades do treinamento dos Pára-quedistas, e como as Tropas Aerotransportadas era uma das companhias mais elitizadas do exército, Lipton alistou-se e entrou para os Pára-quedistas em 1942.

Treinamento Militar[editar | editar código-fonte]

Lipton subiu no ranking da companhia, eventualmente tornando-se primeiro-sargento logo após o Dia D (Operação Chicago/Overlord). Lipton sempre manteve o espírito dos homens em alta e deixou-os no máximo de seu verdadeiro potencial com suas palavras e atitudes. Isso foi reconhecido pelos oficiais da Easy, do 101º e do 506º.

Muito próximo à invasão da França no Dia D, Lipton e outros praças decidiram entregar suas divisas, e pediram para serem transferidos para outra companhia. Isso ocorreu porque os praças acreditavam que seu líder, o Capitão Herbert Sobel era incompetente para levá-los pela linha do front. Lipton e os outros foram punidos severamente, de forma verbal, mas não tiveram maiores problemas pela tentativa de motim (o Sargento Myron Ranney foi rebaixado para soldado e outro sargento foi transferido para outra companhia, mas os outros graduados não foram punidos).

Durante a Segunda Guerra[editar | editar código-fonte]

Carwood Lipton era um dos Líderes de Salto em um dos C-47 que os Pára-quedistas usaram para saltar na Normandia. Lipton saltou na Normandia e foi capaz de encontrar-se com o Primeiro-Tenente Richard Winters, comandante da Easy e outros homens do 101º, e mais dois da 82ª Divisão Aerotransportada. Depois eles tiveram companhia de muitos outros membros da Easy que trabalharam numa forma de alcançar seu objetivo, que era Carentan.

Lipton juntou-se ao soldado Myron Ranney durante o ataque a Brécourt Manor, onde a Companhia Easy foi destacada para destruir 4 canhões de 105mm Obus (originalmente pessava-se que fossem canhões de 88mm) que estavam atirando contra a praia de Utah. Lipton e Ranney subiran em uma árvore e atiraram em alguns soldados alemães à distância, facilitando a infiltração do Primeiro-Tenente Richard Winters. A Companhia Easy conseguiu destruir os 4 canhões e Lipton foi condecorado com a Estrela de Bronze por suas ações. Lipton também envolveu-se no ataque a Carentan e foi ferido por um Shrapnel; um no rosto e outro próximo de castrá-lo. Ele foi condecorado com a Purple Heart. Lipton foi afastado da Easy por alguns dias e retornou tão logo quanto possível.

Enquanto isso, a Operação Market Garden foi designada para execução, e a Companhia Easy lentamente ia vendo seu número de soldados enxugar, quando houve uma inclusão de soldados substitutos. Carwood Lipton é lembrado por muitos dos substitutos veteranos como um dos homens que, imediatamente, aceitou-os como verdadeiros soldados. Ele ajudou os substitutos ao longo de toda a Operação Market Garden. Lipton também esteve com a Easy quando estes libertaram Eindhoven, e foi parte de um time avançado de busca que encontrou a ponte à frente do resto da Companhia.

Um pequeno time de busca estava próximo das encruzilhadas na Holanda quando um membro do seu esquadrão foi fatalmente atingido por uma granada de mão alemã e a Easy foi chamada para agir. Eles foram instruídos na tarefa de destruir e capturar os alemães no entroncamento.

A Operação Pégasus foi uma pequena, e potencialmente, operação de baixo risco onde a Companhia Easy teria de cruar o rio em botes fornecidos pelos engenheiros canadenses, e trazer de volta 140 britânicos do regimento de Pára-quedistas conhecidos como Red Devils capturados quando a Easy foi levada de volta para Arnhem. Lipton e o Primeiro-Tenente Fredrick Heyliger supervisionaram a operação com sucesso.

Sobre o novo comando do Primeiro-Tenente Norman Dike, um líder talvez pior do que a Companhia pensava que Herbert Sobel fosse, Lipton deu aos homens esperança nas Florestas das Ardenas próximo à Cidade de Foy, e tornou-se o comandante não-oficial graças à liderança incompetente de Dike. Durante uma bateria da artilharia naquele momento, Lipton confessou estar rindo quando observava as explosões dos morteiros, lembrando de sua infância no 4 de Julho com os fogos de artifício. Lipton também disse não estar mais rindo quando soube o quê aconteceu com Joe Toye.

Depois do ataque à cidade de Foy, Lipton disse que foi informado sobre sua promoção para Segundo-Tenente. Carwood Lipton recebeu oficialmente sua nominação de Segunto-Tenente em Haguenau, na França. Logo após, Lipton testemunhou os horrores do Holocausto em Landsberg, quando ele e o resto da Companhia Easy libertaram o campo.

Lipton auxiliou a Easy na captura da Casa Simbólica dos Nazistas, em Berchtesgaden. Enquanto esteve lá, Lipton ficou próximo de Ferdinand Porsche (parcialmente responsável pelos tanques Panther e Tiger), o qual falava a língua inglesa muito bem. Eles almoçaram juntos quando Porsche esteve no campo L.A.G.A.R.

Lipton permaneceu com a Easy até o final da guerra, também até o momento em que a Companhia Easy foi desfeita (após a rendição oficial dos Japoneses e dos Alemães). Ele foi lembrado junto às reservas, quando da Guerra da Coréia, mas não quis cruzar os mares novamente.

Após a Segunda Guerra[editar | editar código-fonte]

De volta aos Estados Unidos, ele voltou à Marshall University e completou seus 3 anos finais da graduação com Bacharel em Engenharia. Novato com seu diploma em engenharia, Lipton conseguiu um emprego na Owens Illinois Inc., uma empresa de manufatura de produtos em vidro e embalagens plásticas. Ele avançou rapidamente na companhia e, em 1952 tornou-se Operador-Chefe.

Em 1961, mudou-se para Bridgeton, em Nova Jersey, onde veio a tornar-se Gerente Administrativo e, em 1971, ele e sua esposa mudaram-se para Londres onde foi Diretor de manufatura de 8 diferentes companhias de produtos derivados de vidro na Inglaterra e na Escócia por vários anos. Em 1982, mudou-se para Toledo, Ohio e aposentou-se um ano depois do seu posto de Diretor de Desenvolvimento Internacional.

Na Mídia[editar | editar código-fonte]

Carwood Lipton apareceu em dois shows de televisão separados, fornecendo seus próprios comentários para a popular minisérie Band of Brothers e para a inspiradora história verídica da Companhia Easy, We Stand Alone Together: The Men of Easy Company.

Morte[editar | editar código-fonte]

C. Carwood Lipton morreu em 16 de Dezembro de 2001 de fibrose pulmonar em Southern Pines, na Carolina do Norte.

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Ambrose, Stephen E. - Band of Brothers, Editora Bertrand Brasil -2006
  • Young, Brigadeiro Peter - A Segunda Guerra Mundial, Círculo do Livro - 1980
  • Ambrose, Stephen E. - Soldados Cidadãos, Editora Bertrand Brasil -2008

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.