Categoria Discussão:Guerra Fria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Guerra Fria vs Guerra fria[editar | editar código-fonte]

Copiado de Usuário Discussão:Nuno Tavares e Usuário Discussão:Mschlindwein, para referência futura.

Mschlindwein, não percebi. Podes explicar? -- Nuno Tavares 00:10, 21 Maio 2007 (UTC)

OK, como demoravas a responder, fui à procura da explicação. A situação é esta:
  1. Um nome de um evento deverá ser sempre em maiúsculas, já que adquiriu o estatuto de "nome próprio". Guerra Fria é só uma, não é um tipo de guerra. Não é uma guerra do tipo fria, morna, ou quente :)
  2. Por outro lado, convencionou-se algures que os nomes de conflitos e épocas estariam em maiúsculas (recordo-me da sugestão do E2m, mas não me lembro onde isso consta... se é que consta). Mas é por esse motivo que Guerra Colonial Portuguesa ficou como está... Guerra das Rosas também... e muitas outras (se não todas!)..
Que dizes? -- Nuno Tavares 00:16, 21 Maio 2007 (UTC)
Simples: 1) a categoria "Guerra fria" foi criada antes da categoria "Guerra Fria", e 2) não há razão alguma para se colocar o adjetivo com maiúsculas neste caso (compara a expressão com "guerra total" ou "guerra mortal"). Mschlindwein msg 00:14, 21 Maio 2007 (UTC)

Não percebi o que querias dizer com "compara a expressão com "guerra total" ou "guerra mortal"".. mas repara que o adjectivo aqui foi meramente oportunista... entretanto, a expressão ganhou um estatuto de "nome próprio", como Nuno, ou Marcelo.. não concordas? -- Nuno Tavares 00:17, 21 Maio 2007 (UTC)

No Brasil escreve-se Guerra fria? -- Nuno Tavares 00:18, 21 Maio 2007 (UTC)

Por outro lado, os afluentes de uma são em número superior à outra, o que leva a crer que "Guerra Fria" tem muito mais probabilidade de vir a ser usada... quanto ao número de artigos que estavam, já não posso dizer nada, uma vez que desfizeste tudo..

Realmente não verifiquei essa questão antes de mover, nem me passou pela cabeça que houvesse alguém a escrever (conscientemente) "Guerra fria", mas a verdade é que é uma pena termos perdido os dois tempo nisto... Para que conste, eu intervi a pedido. E assim que resolvermos [responde ao que eu expus, pff] a ver se copiamos isto para a discussão, para não voltar a acontecer. Bom trabalho, -- Nuno Tavares 00:23, 21 Maio 2007 (UTC)

Reparo também que o Carlos Cruz, por sinal também brasileiro, também alterou de minúscula para maiúscula... -- Nuno Tavares 00:25, 21 Maio 2007 (UTC)
O meu dicionário de papel (Dicionário Aurélio) traz o seguinte:
Guerra fria: Estado de tensão entre prováveis beligerantes, que buscam prejudicar-se mutuamente por meio de quaisquer atos que não impliquem diretamente declaração de guerra.
Além de "guerra fria", podem-se achar guerra global, guerra intestina, guerra limitada, guerra nuclear, guerra psicológica, etc, todas com o adjetivo em minúsculas. --Mschlindwein msg 00:24, 21 Maio 2007 (UTC)

Certíssimo, tenha essa noção também, por isso fiz a distinção acima. Atenta ao que diz no início do artigo Guerra Fria (por sinal, com F):

«A Guerra Fria foi a designação atribuída ao conflito político-ideológico entre os Estados Unidos (EUA), defensores do capitalismo, e a União Soviética (URSS), defensora do socialismo, compreendendo o período entre o final da Segunda Guerra Mundial e a extinção da União Soviética.

É chamada "fria" porque não houve qualquer combate físico, embora o mundo todo temesse a vinda de um novo conflito mundial por se tratarem de duas potências com grande arsenal de armas nucleares.»

Repara: A Guerra Fria foi [...] conflito [...] entre os EUA [...] e a [...] URSS. [...] É chamada "fria" (NB: E aqui concordo com o "f" minúsculo, aqui sim é utilizado como adjectivo - que caracterizou o nome próprio) porque [...]»

Comparando com o teu dicionário de papel: «Guerra fria [é um]: Estado de tensão entre prováveis beligerantes [...]».

Recapitulando, o artigo não fala do conceito de guerra fria, mas sim d'A Guerra Fria, que não foi um estado tensão, e sim O estado de tensão, em particular, entre as superpotências numa determinada época.

Posso voltar a colocar em Categoria:Guerra Fria? -- Nuno Tavares 00:32, 21 Maio 2007 (UTC)

Escreveste: Recapitulando, o artigo não fala do conceito de guerra fria, mas sim d'A Guerra Fria, que não foi um estado tensão, e sim O estado de tensão, em particular, entre as superpotências numa determinada época. Posso voltar a colocar em Categoria:Guerra Fria?

Penso que o mais correto é esclarecer no artigo Guerra Fria que este é um termo genérico (e que por isso conta em dicionário, ao contrário de "Guerra Colonial Portuguesa"), e que é hoje em dia usado para designar o conflito não declarado entre os blocos leste e oeste. Por isso não concordo com a mudança para categoria:Guerra Fria. Mschlindwein msg 00:37, 21 Maio 2007 (UTC)

Escreveste: ..mas a verdade é que é uma pena termos perdido os dois tempo nisto..

Não se perdeu tempo: corrigiu-se. E não me importo como os outros escrevem, importo-me com o que diz o dicionário. Mschlindwein msg 00:27, 21 Maio 2007 (UTC)
Escreveste: «E não me importo como os outros escrevem, importo-me com o que diz o dicionário.»
Bom, convenhamos, um dicionário não te serve de muito, quando não consegues interpretá-lo, ou não o interpretas da forma correcta... quem diz tu, diz eu :) vou tentar angariar adeptos para a causa, se me permites, pois estou mesmo convencido que estás equivocado. -- Nuno Tavares 00:37, 21 Maio 2007 (UTC)


Certo, então concordas com a minha perspectiva sobre o "nome próprio", correcto? Repara também que a explicação do termo "guerra fria" já está dada no artigo. Fui ver à en: e tem: «The term "Cold War" was introduced in 1947 by Americans Bernard Baruch and Walter Lippmann to describe emerging tensions between the two former wartime allies.[1]». O [1] que lá consta também está interessante. Mas não julgo que mereça mais do que isso, já que a Wikipédia não é um dicionário :)

Relativamente à categoria, se categorizássemos então para Categoria:Guerra fria, então estaríamos a correlacionar aqueles artigos como pertencentes a um conceito de "tensão entre potências [indefinidas!]". Assim sendo, qualquer artigo, mesmo que fora do escopo da Guerra Fria (enquanto conflito EUA/URSS), poderia lá constar e, com isto, eu não concordo. Vou copiar esta nossa discussão. Bom trabalho, -- Nuno Tavares 00:43, 21 Maio 2007 (UTC)

talvez ajude: [1] Lijealso ? 00:41, 21 Maio 2007 (UTC)

Perfeito! Fui à en: à procura disso mesmo, e perdi-me... não encontrei. Mas era isso mesmo que ia propor ao Mschlindwein. Vamos ver se concorda, e se concorda também com o restabelecimento da categoria, por sintonia. -- Nuno Tavares 00:46, 21 Maio 2007 (UTC)

Escreveste: vou tentar angariar adeptos para a causa, se me permites, pois estou mesmo convencido que estás equivocado

Faz como achares melhor: se a maioria quiser "Guerra Fria", não significará que tem razão. A maioria utiliza "Holanda" em vez de "Países Baixos", sem razão. Isso sim é que eu chamo de perder tempo... Como escrevi acima, penso que o mais correto é esclarecer no artigo "Guerra Fria" o termo, e movê-lo para Guerra fria. Mschlindwein msg 00:45, 21 Maio 2007 (UTC)
A maioria utiliza Holanda por uma questão de hábito secular, mas parece-me efectivamente errado (embora banalizado q.b.). Ou seja, não tem nada a ver com esta discussão. Concordas com a nota do Lijealso [que eu traduzo para a distinção entre artigos e, consequentemente, entre categorias e, consequentemente, a prevalência da "cat:Guerra Fria" para o assunto em questão)? -- Nuno Tavares 00:49, 21 Maio 2007 (UTC)

Aqui a minha dúvida prende-se mais com a questão de a categoria guerra fria se poder mesmo chamar guerras frias, ficando esta numa cat:tipos de guerra e a cat:Guerra Fria inclusa na cat:guerras frias (segundo o link que passei acima existem meia dúzia de potenciais artigos para uma categoria guerras frias. Lijealso ? 01:19, 21 Maio 2007 (UTC)

Precisamente, Lijealso! É essa a minha posição também, plenamente convencido que essa também é a solução. Se a tua dúvida se prende mais com esta questão, então relativamente à diferença [fF]ria, qual é a tua opinião? -- Nuno Tavares 01:46, 21 Maio 2007 (UTC)
A minha opinião é que f deve servir para o termo genérico e F para o termo específico (para haver uniformidade, quer em título de artigo quer em categoria). Lijealso ? 11:20, 21 Maio 2007 (UTC)

Na minha opnião o "f" minúsculo vale como substantivo comum.Como o nome do artigo é um evento o "F" maiúsculo vale como um substantivo próprio, de nome próprio. Acho melhor ficar do jeito que está. Pedro Henri Desembuche ! 20:43, 23 Maio 2007 (UTC)

Votamos?[editar | editar código-fonte]

Sugiro colocar a grafia da Categoria em votação, embora a minha prática de sala de aula no Brasil, baseada nos livros didáticos dos Ensinos Fundamental e Médio, seja: "Nome próprio, letra maiúscula". Mas como Sócrates também foi condenado por desemcaminhar a juventude... Sds, Carlos Luis M C da Cruz 01:12, 21 Maio 2007 (UTC)

É uma possível escolha, mas era bom chegarmos a um consenso sem necessidade de impor nada, mesmo que democraticamente. Honestamente, estou convencido que o óbvio é mesmo óbvio :) -- Nuno Tavares 01:46, 21 Maio 2007 (UTC)

E porque não fazer uma consulta em Wikipedia Discussão:Biblioteca procurando que os possuidores de obras, especialmente obras de história ou enciclopédias, que citem a Guerra Fria(no contexto EUA/URSS) informem sobre o que indicam as obras que possuem? Talvez fosse um caminho para o desejável consenso. António 02:01, 21 Maio 2007 (UTC)

É uma ideia (logo vou investigar tb). A minha opinião pessoal é que guerra fria é um tipo de guerra, e Guerra Fria é A Guerra Fria. Lusitana 06:54, 21 Maio 2007 (UTC)

De acordo com o Atlas da História do Mundo o termo usado é "Guerra Fria". As abordagens do Nuno e do Lijealso me pareceram as mais coerentes, havendo uma distinção entre "a Guerra Fria" e "uma guerra fria". Algo parecido acontece com "internet": existe o termo genérico "internet" (cujo artigo é interligação de redes) e uma "internet" bastante famosa, a Internet (de fato, essa distinção é feita no texto). Só acho que o artigo genérico não deve estar em guerra fria, arrepio-me só de pensar em artigos diferentes com o mesmo nome, diferentes somente pela caixa alta. A solução do nome da wiki.en parece-me adequada. Leonardo Stabile msg 07:29, 21 Maio 2007 (UTC)

A roda...[editar | editar código-fonte]

Aquilo que estão a discutir tem o nome de normas de composição. Mais especificamente, estão a discutir normas de composição quanto a caixas. É uma regra antiga e incontestada que os períodos e acontecimentos históricos se escrevem com Caixa Alta. Ou seja, Revolução Francesa e não Revolução francesa, Guerras Púnicas e não Guerras púnicas, etc.

De salientar que Guerra Fria, período histórico preciso, é diferente de guerra fria, uma guerra fria qualquer. Uma grafa-se com Caixa Alta e outra com caixa baixa. É favor, também, não confundir esta questão com as regras para títulos de obras onde, aí sim, a norma em vigor na Wikipédia tem pergaminhos e utilidade altamente duvidosos. A diferença deve-se ao facto de, no caso de acontecimentos históricos, ao contrário dos títulos de obras, não ser possível marcar a extensão da categoria onomástica por meio de outros recursos tipográficos (como o itálico, negrito ou sublinhado, que se usam nos títulos de obras). Por exemplo, a unidade da expressão Os fidalgos da casa mourisca é marcada pelo itálico (ou aspas) e é nisso que se baseia o uso de Caixa alta na convenção românica (que, inexplicavelmente, a Wikipédia lusófona não segue). Pelo contrário, não sendo os nomes dos períodos históricos usados com itálico, a sua unidade do nome é marcada pelo uso de Caixa Alta, mesmo na convenção românica, que limita ao mínimo as maiúsculas.

Informações e fontes sobre este assunto estão em Caixa alta. Sublinho também que a Wikipédia anglófona não deve servir de fonte para estas matérias, uma vez que segue muitas das convenções anglo-saxónicas, que são muito diferentes das românicas. Quanto aos dicionários, não foram feitos para indicar normas de composição e não têm a mais pequena autoridade (nem sequer subjectiva) nesse aspecto. Abraços, Ozalid 13:51, 21 Maio 2007 (UTC)

Caro Ozalid, não ponho em causa o seu saber sobre o assunto que, manifestamente, é muito, mas não consegue colocar uma fonte para tal? Eu sei que dá uma certa maçada procurá-la, mas seria a forma de resolver de vez com o assunto. Senão estaremos no "dizes tu", "direi eu" sem chegar a grandes conclusões. António 14:09, 21 Maio 2007 (UTC)

Caro António, eu referi o artigo Caixa alta, mas enfim, posso acrescentar como exemplo consultável na Internet o Código de redacção da União Europeia (ver o ponto 25). Sublinho duplamente e a negrito forte que se trata apenas de um subproduto (cópia mesmo) de um documento que (felizmente!) não está na Internet, que são as normas da Imprensa Nacional e que, por sua vez, são a mera codificação escrita de uma tradição que, até há bem pouco tempo, era exclusivamente oral. Essa tradição de normas de composição, ainda hoje, não foi substituída na sua totalidade por nenhum documento escrito fiável. E este é um facto incontornável. Digo isto porque, não sendo adepto do magister dixit, há certas áreas em que certas fontes só valem por aquilo que está por detrás de cada uma das informações que veiculam e a tipografia é uma das áreas em que, por motivos históricos e de características da classe profissional, isso é muito frequente (tal como na lexicografia, por motivos de absoluta e anedótica incompetência do sector editorial lusófono). Abraço, Ozalid 19:07, 21 Maio 2007 (UTC)

A Wikipedia tem coisas realmente de deixar os cabelos em pé. Então quer dizer que a Guerra Fria está arriscada a virar Guerra fria aqui? Isso que é uma fria. O Mschlecndexks não atentou que o Guerra fria do Aurélio é uma designaçao genérica de uma situação. (essa Guerra fria por sinal existe muito entre marido e mulher hehe)

A Guerra Fria , digamos assim, entidade, período historico , existente do fim dos anos 40 aos 80 sempre foi com maiuscula, em qualquer publicação que eu e a torcida do Flamengo já lemos. Mas provavelmente aqui, é capaz de ficar diferente mesmo, nenhuma novidade hehe Usuário:Machocarioca 07:22, 22 Maio 2007 (UTC)Machocarioca

Macho, os tripeiros também grafam "Guerra Fria" eh eh eh -- Nuno Tavares 08:01, 23 Maio 2007 (UTC)

Wikipedia:Nada de pesquisa inédita[editar | editar código-fonte]

Guerra Fria é um conceitos das Ciências Sociais e, como tal, deve ser grafado em iniciais maiúsculas, tal como em Idade Média (aliás, ambos são um tempo histórico e um conceito simultâneamente). Opiniões contrárias são, desculpem-me, devaneios. Cachorrinho está latindo lá no fundo do quntal 03:03, 22 Maio 2007 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo Tão simples quanto. -- Clara C. 09:56, 22 Maio 2007 (UTC)

Eu, da turma elitista (?), também concordo. Dantadd 23:14, 22 Maio 2007 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo Lucia Carvalho Msg!!! 15:17, 24 Maio 2007 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo Face ao exposto e também ao resultado da consulta na "Biblioteca". António 15:20, 24 Maio 2007 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo Não é por ser conceito, é porque assim mandam as normas de composição, mas a ideia é essa. Ozalid 21:39, 24 Maio 2007 (UTC)

Face ao exposto, parece-me que estamos [todos-1] de acordo, pelo que o artigo será movido novamente. -- Nuno Tavares 04:18, 27 Maio 2007 (UTC)