Caterham Racing (equipe da GP2)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

EQ8 Caterham Racing, ou apenas Caterham Racing, é uma equipe britânica de automobilismo que disputa atualmente a GP2 Series. Sua sede localiza-se em Leafield.

História[editar | editar código-fonte]

Fundada pelo empresário Tony Fernandes, a Caterham Racing estreou na GP2 com o nome de Team Air Asia, nome da empresa aérea de propriedade do malaio, e tendo como pilotos o brasileiro Luiz Razia e o italiano Davide Valsecchi, que corriam com um layout vermelho e branco. A aquisição da Caterham por Fernandes fez com que o time fosse rebatizado Caterham Team AirAsia e a pintura passasse a ser verde, a mesma da Team Lotus (atual Caterham F1 Racing). Em uma temporada razoável, a dupla marcou 49 pontos (19 para Razia, 20 para Valsecchi), com uma vitória, uma pole e uma volta mais rápida, garantindo o sexto lugar no campeonato de construtores.

Em 2012, Razia e Valsecchi mudam-se respectivamente para Arden International e DAMS, e em seus lugares são contratados o venezuelano Rodolfo González e o holandês Giedo van der Garde, que deu ao time duas vitórias, dois pódios e duas voltas mais rápidas, garantindo a ele o 6º lugar, contrastando com o 22º lugar obtido por González, que marcara apenas seis pontos. No campeonato de construtores, a Caterham fechou em sétimo lugar.

Para a temporada de 2013, foram contratados o chinês Ma Qing Hua e o espanhol Sergio Canamasas. Porém, o representante asiático foi substituído pelo norte-americano Alexander Rossi logo após a feature race de Sepang.

Pilotos[editar | editar código-fonte]

Links[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Automobilismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.