Chagas: Campanha é Hora de Tratar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Logo trate chagas.jpg

Chagas: Campanha é Hora de Tratar é uma campanha internacional criada pela Iniciativa Medicamentos para Doenças Negligenciadas (DNDi) para conscientizar sobre o aumento de pesquisa e desenvolvimento de tratamentos para a doença de chagas. A doença de Chagas é uma doença negligenciada potencialmente fatal que afeta entre 8 e 13 milhões de pessoas pelo mundo. A campanha É Hora de Tratar da DNDi defende um maior interesse político em novos tratamentos para doença de Chagas, maior conscientização das pessoas sobre a doença e suas limitações de tratamento, e maior investimento público e privado em pesquisa e desenvolvimento.

A doença[editar | editar código-fonte]

Todo ano mais de 8 milhões de pessoas nas Américas contraem a doença de Chagas. Chagas ocorre em duas fases e mata mais pessoas na região do que qualquer outra doença transmitida por parasita, incluindo a malária. É causada pelo parasita Trypanosoma cruzi transmitido principalmente por insetos conhecidos como "barbeiros". Os tratamentos existentes não são satisfatórios e podem ter efeitos tóxicos. O que os pacientes precisam urgentemente são ferramentas de diagnóstico e tratamento acessíveis, seguros e eficazes para crianças e adultos, bem como uma droga que trata ambas as fases da doença de Chagas.

Tratamentos atuais[editar | editar código-fonte]

Os medicamentos atuais são limitados ao tratamento de crianças até os 12 anos que estejam na fase aguda ou na fase crônica com forma clínica assimtomática. Os tratamentos para doença de Chagas não são capazes de curar quando os pacientes começam a apresentar complicações na fase crônica. 1 2 3 Além das limitações na eficácia dos tratamentos, os medicamentos disponíveis são caros, podem apresentar uma série de efeitos adversos, e possuem longa duração de tratamento o que pode gerar dificuldades no seguimento por parte do paciente. Estima-se que apenas 1% dos pacientes da doença de Chagas recebam algum tipo de tratamento.4

Recursos para pesquisa e desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Maiores investimentos públicos e privados para pesquisa e desenvolvimento (P&D) em tratamentos para a doença de Chagas são necessários. Considerando as 100 milhões de pessoas em risco e a carga de infectados da doença, os recursos para P&D para melhorar os tratamentos são extremamente baixos, tornando a doença de Chagas uma das mais negligenciadas entre as doenças negligenciadas. Em 2007, menos de 1 milhão de dólares (0,04% dos recursos para P%D dedicados a doenças negligenciadas) foi utilizado no desenvolvimento de novos medicamentos para a doença de Chagas.5 6

Necessidades de tratamento[editar | editar código-fonte]

A campanha É Hora de Tratar da DNDi luta pelas seguintes opções de tratamento para todas as formas clínicas da doença de Chagas:

  • uma formulação pediátrica, acessível financeiramente, adaptada à idade, segura e eficaz para tratar pacientes no início da infecção.
  • uma nova droga para tratamento da doença crônica que seja segura, eficaz, adaptada ao uso no campo e, idealmente, ativa para as formas indeterminada e sintomática da doença.7

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Bern C, Montgomery SP, Herwaldt BL, Rassi A Jr, Marin-Neto JA, et al. (2007) Evaluation and treatment of chagas disease in the United States: a systematic review. JAMA 298: 2171–2181.
  2. de Andrade AL, Zicker F, de Oliveira RM, Almeida Silva S, Luquetti A, et al. (1996) Randomised trial of efficacy of benznidazole in treatment of early Trypanosoma cruzi infection. Lancet 348: 1407–1413
  3. Sosa Estani S, Segura EL, Ruiz AM, Velazquez E, Porcel BM, et al. (1998) Efficacy of chemotherapy with benznidazole in children in the indeterminate phase of Chagas' disease. Am J Trop Med Hyg 59: 526–529.
  4. Ribeiro I, Sevcsik A-M, Alves F, Diap G, Don R, et al. 2009 New, Improved Treatments for Chagas Disease: From the R&D Pipeline to the Patients. PLoS Negl Trop Dis 3(7): e484. doi:10.1371/journal.pntd.0000484
  5. Moran M, Guzman J, Ropars AL, McDonald A, Jameson N, et al. (2009) Neglected disease research and development: how much are we really spending? PLoS Med 6: e30. doi:10.1371/journal.pmed.1000030
  6. Ribeiro I, Sevcsik A-M, Alves F, Diap G, Don R, et al. 2009 New, Improved Treatments for Chagas Disease: From the R&D Pipeline to the Patients. PLoS Negl Trop Dis 3(7): e484. doi:10.1371/journal.pntd.0000484 [http://www.plosmedicine.org/article/info:doi/10.1371/journal.pmed.1000030
  7. http://www.dndi.org/diseases/chagas.html

Ligações externas[editar | editar código-fonte]