Charles Ogle

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Charles Ogle
Nome completo Charles Stanton Ogle
Nascimento 5 de junho de 1865
Steubenville, Ohio
Nacionalidade  Estados Unidos
Morte 11 de outubro de 1940 (75 anos)
Long Beach, California
Ocupação ator
Cônjuge Ethel Pauline Green (? - ?)
Atividade 1905 - 1926
IMDb: (inglês)
Betty Compson, Bert Lytell, Charles Ogle, May McAvoy, Gareth Hughes, Walter Long, Kathleen Clifford, Jed Prouty, Mayme Kelso e Robert Agnew em Kick In (1922).

Charles Ogle (5 de junho de 1865 - 11 de outubro de 1940) foi um ator de teatro e de cinema estadunidense.

No cinema, participou da era do cinema mudo,onde atuou em 325 filmes, entre 1908 e 1926.[1] Ogle ficou conhecido por interpretar o monstro de Frankestein no primeiro filme baseado no livro de Mary Shelley.

Charles Ogle na primeira versão de Frankenstein, produzido pelo Edison Studios.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Nascido em Steubenville, Ohio, Ogle atuou pela primeira vez em um teatro, fazendo sua primeira aparição na Broadway em 1905.[2] Embarcou em uma carreira no cinema com o Edison Studios no Bronx, Nova York, em 1908, aparecendo em The Boston Tea Party, dirigido por Edwin S. Porter. Ele interpretou o monstro na versão do primeiro filme de Frankenstein, em 1910 e estrelou o primeiro filme da série What Happened to Mary (1912), pelo Edison Studios. Ele passou a se tornar um ator de personagem prolífico, e sua última atuação no cinema foi em The Flaming Forest, em 1926.

Vida familiar e morte[editar | editar código-fonte]

Foi casado com Ethel Pauline Green e morreu em Long Beach, Califórnia, de arteriosclerose, sendo enterrado no Forest Lawn Memorial Park (Glendale).[3]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Charles Ogle