Chikamatsu Monzaemon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Chikamatsu Monzaemon

Chikamatsu Monzaemon (1653-1724) foi um dramaturgo japonês que começou sua carreira escrevendo dramas históricos para kabuki e bunraku. Considerado o "Shakespeare japonês", escreveu mais de 100 peças teatrais, das quais cerca de 50 continuam atuais no repertório kabuki.1

Chikamatsu emprestou uma espécie de realismo às suas criações, tansformando o conflito entre as obrigações sociais (giri) e os sentimentos humanos (ninjo) em tema central de suas peças, cujo enfoque eram as paixões e as contradições do homem comum.

O bunraku viveu o seu melhor momento no século XVII, por meio do talento de Chikamatsu e do tayu Takemoto Gildayu (1651-1714). Nesse tempo, os bonecos eram operados por um único manipulador. Bonecos com três manipuladores surgiram em meados do século XVIII..2

Na Ficção[editar | editar código-fonte]

Chikamatsu Monzaemon foi citado no anime japonês Naruto Shippuden, de Masashi Kishimoto, no episódio 26, quando a personagem Chiyo invocou dez marionetes brancas, e Sasori, que enfrentava a mesma, disse que elas eram a "Coleção dos 10 de Chikamatsu", e Sasori também disse que Chikamatsu Monzaemon foi o primeiro mestre de marionetes.

Referências

  1. "Tradição e Magia nos Palcos", por Alice K., diretora teatral, atriz e pesquisadora. Professora do Departamento de Artes Cênicas do Instituto de Arte da Universidade de Campinas (UNICAMP).
  2. Revista História Viva, Japão 1 - 500 anos de história, 100 anos de imigração, março (2008).
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Chikamatsu Monzaemon
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.