Cirripedia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaCirripedia
"Cirripedia" de Ernst Haeckel in Kunstformen der Natur (1904).

"Cirripedia" de Ernst Haeckel in Kunstformen der Natur (1904).
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Subfilo: Crustacea
Classe: Maxillopoda
Subclasse: Thecostraca
Infraclasse: Cirripedia
Burmeister, 1834
Superordens
Acrothoracica

Thoracica
Rhizocephala

Cirripedia é uma infra-classe dentro da classe Maxillopoda de crustáceos marinhos, com cerca de 1220 espécies, que inclui as cracas e percebes. O grupo é por vezes considerado uma classe separada da Maxillopoda. O primeiro cientista a estudar os cirripédios em detalhe foi Charles Darwin. Os cirripédios são organismos sésseis que vivem fixos a um substrato, em geral em zonas entre-marés.

Os cirripédios têm um desenvolvimento em três estágios. Na primeira fase larval fazem parte do plâncton e vivem à deriva nas correntes oceânicas. No segundo estádio larvar, os cirripédios procuram um substrato adequado à fixação e em condições de vida. Uma vez encontrado o local ideal, estas larvas desenvolvem-se para o adulto, que se fixa ao substrato directamente por cimentação ou através de um pedúnculo carnoso. Normalmente, o substrato escolhido é rochoso, mas também pode ser o fundo de um barco, outros animais, como baleias ou mesmo outros crustáceos, no caso dos rizocéfalos. O organismo adulto vive protegido por placas calcárias e alimenta-se por filtração.

Algumas espécies de cirripédios, como os percebes, são consideradas especialidades gastronómicas.

Percebes sobre uma concha de Nautilus
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Cirripedia