Clã Mori (Genji)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Nota: Para o clã Mōri da província de Aki, consulte clã Mōri

O clã Mori (森氏, Mori-shi?) foi uma família descendente dos Seiwa Genji. Sua linhagem descendeu de Minamoto no Yoshiie (também conhecido como Hachimantaro) por meio do seu sétimo filho, Minamoto no Yoshitaka, proprietário de Mori-no-shō na província de Sagami. Seu filho, Minamoto no Yoritaka, tomou o sobrenome Mori ao se aposentar, e o filho de Yoritaka, Yorisada, continuou a usar o sobrenome.

Durante o Período Sengoku, os Mori serviram a Oda Nobunaga. Mori Yoshinari lutou com Nobunaga pelo Castelo de Kiyosu, e, junto com seu filho Mori Yoshitaka, se juntou às campanhas contra os Saitō, Azai e Asakura. Pai e filho morreram na batalha contra as forças Azai-Asakura, Mori Nagayoshi, segundo filho de Yoshinari, se tornou chefe da casa.

Nagasada, filho de Yoshinari, e conhecido como Mori Ranmaru, morreu com Nobunaga no Incidente de Honnō-ji.

A família se tornou daimyo sob Toyotomi Hideyoshi, e por cinco gerações chefiou o domínio de Tsuyama na província de Mimasaka como tozama daimyo. Nagayoshi perdeu sua vida na batalha de Komaki Nagakute. Seus descendentes se tornaram viscondes na nobreza Meiji.

Ícone de esboço Este artigo sobre um clã do Japão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.