Claudio Tozzi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta biografia de uma pessoa viva não cita as suas fontes ou referências, o que compromete sua credibilidade. (desde outubro de 2012)
Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes fiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Claudio Tozzi (São Paulo, 7 de outubro de 1944) é um pintor, desenhista e programador visual brasileiro.

Formado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP), continuou a atividade como artista plástico em 1963, através de uma obra na gráfica, e ganhou o concurso para o cartaz do XI (11) Salão Paulista de Arte Moderna. Em 1969 fez uma viagem de estudos à Europa, quando realizou as séries Astronautas e Parafusos, com gravuras, objetos e pinturas. A partir de 1972 sua obra evoluiu do pop para o conceitual. Realizou estudos com a cor, o pigmento e a luz.

Temas urbanos e conflitos sociais são predominantes em sua obra e constituem o seu universo visual.

Realizou o painel Zebra, na Praça da República, e o painel Colcha de retalhos, para a estação de metrô Sé

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.