Comitê de Atividades Antiamericanas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Comitê de Atividades Antiamericanas (em inglês: House Un-American Activities Committee - HUAC) foi um comitê de investigação da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos. Ele foi criado em 1938 para investigar suposta deslealdade e atividades subversivas por parte dos cidadãos, funcionários públicos e organizações suspeitas de terem ligações comunistas. Em 1969, a Câmara dos Representantes mudou o nome do comitê para "Comitê de Segurança Interna". Quando a Câmara aboliu o comitê em 1975,[1] as suas funções foram transferidas para o Comitê Judiciário da Câmara.

As investigações anticomunistas do comitê são frequentemente confundidas com as do senador Joseph McCarthy.[2] McCarthy, como um senador norte-americano, não teve envolvimento direto com esta comissão da Câmara.[3] McCarthy foi o presidente do Comitê de Operações do Governo e da Subcomissão Permanente de Investigações do Senado dos Estados Unidos, e não da Câmara.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Frum, David. How We Got Here: The '70s. New York, New York: Basic Books, 2000. p. 265. ISBN 0-465-04195-7.
  2. For example, see Brown, Sarah. "Pleading the Fifth", BBC News, 2002-02-05. “McCarthy's House Un-American Activities Committee”
  3. Patrick Doherty, Thomas. Cold War, Cool Medium: Television, McCarthyism, and American Culture. 2003, page 15-6.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre os Estados Unidos é um esboço relacionado ao Projeto América do Norte. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.