Conselho de Controlo Aliado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A Neues Kammergericht, sede do Conselho de Controlo Aliado

O Conselho de Controlo Aliado ou Autoridade de Controlo Aliado, (conhecido em alemão como Alliierter Kontrollrat), também chamado de quatro potências (Estados Unidos, Reino Unido, União Soviética e França), foi o órgão diretor das Zonas ocupadas pelos Aliados na Alemanha criadas com o fim da Segunda Guerra Mundial na Europa, e cujos membros eram os comandantes-chefe de cada uma das zonas de ocupação (a França recusou no início o princípio de uma administração central para as quatro zonas mas juntou-se mais tarde ao conselho).

O conselho tinha sede em Berlim, na Neues Kammergericht («novo tribunal de recurso»), no bairro de Tempelhof-Schöneberg, e foi sede do Volksgerichtshof (o "tribunal do povo"), órgão judicial supremo do regime nazi de sinistra memória.

As decisões tomadas pelo conselho eram tomadas por unanimidade, pois cada um dos seus representantes dispunha de direito de veto.

O Conselho iniciou-se em 5 de junho de 1945, mas perdeu grande parte da sua autoridade sobre o conjunto do território alemão com o abandono dos representantes soviéticos em 20 de março de 1948, como represália pelas decisões tomada pelos delegados de seis potências ocidentais reunidas na Conferência de Londres.

A Alta Comissão Aliada ("Allied High Commission") que lhe sucedeu não reuniu senão os representantes das potências ocidentais e ficou com a responsabilidade de gerir a Trizona, efetiva em 1949 como República Federal da Alemanha.

Ver também[editar | editar código-fonte]