Corinto (Minas Gerais)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Corinto
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Fundação Não disponível
Gentílico corintiano / corintense
Localização
Localização de Corinto
Localização de Corinto em Minas Gerais
Corinto está localizado em: Brasil
Corinto
Localização de Corinto no Brasil
18° 22' 51" S 44° 27' 21" O18° 22' 51" S 44° 27' 21" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Central Mineira IBGE/2008 [1]
Microrregião Curvelo IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Augusto de Lima, Curvelo, Felixlândia, Lassance, Morro da Garça, Santo Hipólito e Três Marias
Distância até a capital 205 km
Características geográficas
Área 2 524,503 km² [2]
População 23 901 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 9,47 hab./km²
Altitude 999 m
Clima tropical de altitude
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,722 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 144 140,408 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 6 211,34 IBGE/2008[5]
Página oficial

Corinto é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Sua população estimada em 2007 é de 22.741 habitantes. Corinto, Centro Geográfico de Minas Gerais, é parte integrante da região do Médio Rio das Velhas, na zona do Alto São Francisco. A cidade é conhecida como "A terra dos cristais" e "Centro das Gerais". A cidade é bastante acolhedora , além de ter festejos que são da tradição local como o Carnaval, Forró da Cidade, a Folia de Reis, os Quadros Vivos que são realizados na Semana Santa, a trezena de Santo Antonio, a novena de Nossa Senhora Aparecida e a novena da padroeira da cidade Nossa Senhora da Imaculada Conceição.

A área do município é de 2.524,503 km².

História[editar | editar código-fonte]

Corinto, antigo distrito criado em 1891 e subordinado ao município de Curvelo, foi elevado á categoria de município pela lei estadual 843 de 7 de setembro de 1923.[6] [7] A cidade continua sendo conhecida por ter um ótimo e tradicional carnaval, porém no ano de 2013, para decepção dos apaixonados pelo festejo, não houve tal evento, por razões até hoje não elucidadas.

Economia[editar | editar código-fonte]

O auge econômico de Corinto se deu nos arredores da década de 70, quando a cidade possuía uma estação de trem de passageiros bastante movimentada. Após a desativação da linha ferroviária, a circulação de pessoas pela cidade caiu bastante. A economia atualmente se baseia na agropecuária e em menor grau, na indústria e na extração de cristais e pedras semi-preciosas.


Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 de dezembro de 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  6. .:: CÂMARA MUNICIPAL DE CORINTO - MG: A História camaracorinto.com.br. Visitado em 23 de junho de 2012.
  7. Corinto - Histórico biblioteca.ibge.gov.br (2008). Visitado em 23 de junho de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.