Corinto (Minas Gerais)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Corinto
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Fundação Não disponível
Gentílico corintiano / corintense
Localização
Localização de Corinto
Localização de Corinto em Minas Gerais
Corinto está localizado em: Brasil
Corinto
Localização de Corinto no Brasil
18° 22' 51" S 44° 27' 21" O18° 22' 51" S 44° 27' 21" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Central Mineira IBGE/2008 [1]
Microrregião Curvelo IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Augusto de Lima, Curvelo, Felixlândia, Lassance, Morro da Garça, Santo Hipólito e Três Marias
Distância até a capital 205 km
Características geográficas
Área 2 524,503 km² [2]
População 23 901 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 9,47 hab./km²
Altitude 999 m
Clima tropical de altitude
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,722 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 144 140,408 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 6 211,34 IBGE/2008[5]
Página oficial

Corinto é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Sua população estimada em 2007 é de 22.741 habitantes. Corinto, Centro Geográfico de Minas Gerais, é parte integrante da região do Médio Rio das Velhas, na zona do Alto São Francisco. A cidade é conhecida como "A terra dos cristais" e "Centro das Gerais". A cidade é bastante acolhedora , além de ter festejos que são da tradição local como o Carnaval, Forró da Cidade, a Folia de Reis, os Quadros Vivos que são realizados na Semana Santa, a trezena de Santo Antonio, a novena de Nossa Senhora Aparecida e a novena da padroeira da cidade Nossa Senhora da Imaculada Conceição.

A área do município é de 2.524,503 km².

História[editar | editar código-fonte]

Corinto, antigo distrito criado em 1891 e subordinado ao município de Curvelo, foi elevado á categoria de município pela lei estadual 843 de 7 de setembro de 1923.[6] [7] A cidade continua sendo conhecida por ter um ótimo e tradicional carnaval, porém no ano de 2013, para decepção dos apaixonados pelo festejo, não houve tal evento, por razões até hoje não elucidadas.

Economia[editar | editar código-fonte]

O auge econômico de Corinto se deu nos arredores da década de 70, quando a cidade possuía uma estação de trem de passageiros bastante movimentada. Após a desativação da linha ferroviária, a circulação de pessoas pela cidade caiu bastante. A economia atualmente se baseia na agropecuária e em menor grau, na indústria e na extração de cristais e pedras semi-preciosas.


Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 de dezembro de 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  6. .:: CÂMARA MUNICIPAL DE CORINTO - MG: A História camaracorinto.com.br.. Página visitada em 23 de junho de 2012.
  7. Corinto - Histórico biblioteca.ibge.gov.br. (2008). Página visitada em 23 de junho de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.