Corpo Nacional de Escutas - Escutismo Católico Português

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou secção:
Cruz de Cristo sobreposta à Flor de Lis - O Simbolo do CNE

O Corpo Nacional de Escutas - Escutismo Católico Português (CNE) MHIHMHM é a maior Organização de Juventude de Portugal. É uma associação sem fins lucrativos, destinada à formação integral de jovens, com base no método criado por Robert Baden-Powell e no voluntariado dos seus membros, que se afirma como um movimento da Igreja Católica.[1]

O Corpo Nacional de Escutas - Escutismo Católico Português - nasceu em Braga a 27 de Maio de 1923. Foram seus fundadores o Arcebispo D. Manuel Vieira de Matos e Dr. Avelino Gonçalves, que em Roma tiveram os primeiros contactos com o Movimento, quando ali assistiram, em 1922, a um desfile de 20 000 escutas, por ocasião do Congresso Eucarístico Internacional que esse ano se realizou na Cidade Eterna.[2]

A 17 de Julho de 1992 foi feito Membro-Honorário da Ordem do Mérito e a 29 de Maio de 1998 foi feito Membro-Honorário da Ordem do Infante D. Henrique.[3]

Número de escuteiros em Portugal[editar | editar código-fonte]

Dos 64 070 escuteiros recenseados em 2007, 11 346 eram dirigentes. Já por secções, a que tinha mais elementos eram os Exploradores, com 17 329 elementos. Já os Lobitos contabilizavam 15 405, enquanto os Pioneiros eram 12 468 escuteiros. Em relação aos Caminheiros estavam contabilizados 7522 elementos.

A sua distribuição no País mostra que em 2007, Braga era a região que tinha mais elementos, num total de 15 242 escuteiros, dos quais 2600 eram dirigentes. Seguia-se a região de Lisboa com 10 955 elementos. Depois surgiam a região do Porto (8177), Setúbal (3996), Coimbra (3529) e Aveiro (3529).

Caminheiro na aldeia da Drave, Base Nacional da IV Secção

Em 2013, os escuteiros são a maior organização juvenil portuguesa com 73 mil membros, dos quais são 59 mil jovens e mais de 14 mil adultos voluntários.[4]

Organização Pedagógica[editar | editar código-fonte]

O Corpo Nacional de Escutas está organizado pedagogicamente em 4 secções, associadas a faixas etárias, com nomenclaturas próprias. Dentro de cada secção, os jovens organizam-se em pequenos grupos, tendo cada elemento uma função específica.[5]

Alcateia - formada pelos Lobitos [6] [editar | editar código-fonte]

  • os elementos são denominados Lobitos e estão organizados em Bandos de 5 a 7 elementos;
  • denomina-se Alcateia a Unidade formada pelos Bandos de Lobitos, onde cada uma tem 2 a 5 Bandos;
  • cada Bando designa-se e distingue-se por uma cor que figura no distintivo de cada Lobito e na bandeirola de Bando: branco, cinzento, preto, castanho e ruivo;
  • o local de reunião dos Lobitos é designado Covil;
  • o seu patrono é São Francisco de Assis;
  • a cor representativa desta secção é o Amarelo;
  • idade: dos 6 aos 9;

Expedição - formada pelos Exploradores [7] [editar | editar código-fonte]

  • os elementos são denominados Exploradores e estão organizados em Patrulhas de 4 a 8 elementos;
  • denomina-se Expedição a Unidade formada pelas Patrulhas, onde cada uma tem 2 a 5 Patrulhas;
  • cada Patrulha designa-se pelo nome de um animal, o Totem, cuja silhueta e respectivas cores figuram na bandeirola da Patrulha assim como no distintivo da camisa do Explorador;
  • o local de reunião dos Exploradores é designado Base;
  • o seu patrono é São Tiago;
  • a cor representativa desta secção é o Verde;
  • idade: dos 10 aos 13;

Comunidade - formado pelos Pioneiros [8] [editar | editar código-fonte]

  • os elementos são denominados Pioneiros e estão organizados em Equipas de 4 a 8 elementos;
  • denomina-se Comunidade a Unidade formada pelas Equipas, onde cada um tem 2 a 5 Equipas;
  • cada Equipa designa-se por um Santo da Igreja, um Benemérito da Humanidade ou um Herói Nacional, cuja silhueta figura na bandeirola e no distintivo da Equipa;
  • o local de reunião dos Pioneiros é designado Abrigo;
  • o seu patrono é São Pedro;
  • a cor representativa desta secção é o Azul;
  • idade: dos 14 aos 18 anos;

Clã - formado pelos Caminheiros [9] [editar | editar código-fonte]

  • os elementos são denominados Caminheiros e estão organizados em Tribos de 5 a 8 elementos;
  • denomina-se Clã a Unidade formada pelas Tribos de Caminheiros, onde cada um tem 2 a 5 Tribos;
  • cada Tribo escolhe um Patrono - Santo da Igreja, Benemérito da Humanidade ou Herói Nacional - cuja vida todos devem conhecer e tomar como modelo de acção;
  • o local de reunião dos Caminheiros é designado Albergue;
  • o seu patrono é São Paulo;
  • a cor representativa desta secção é o Vermelho;
  • idade: dos 18 aos 21;

Organização Pedagógica - Escuteiros Marítimos[editar | editar código-fonte]

O ramo dos Marítimos, embora organizado de forma semelhante, com 4 secções, utiliza uma terminologia própria.

Alcateia - formada pelos Lobitos [6] [editar | editar código-fonte]

  • os elementos são denominados Lobitos e estão organizados em Bandos de 5 a 7 elementos;
  • denomina-se Alcateia a Unidade formada pelos Bandos de Lobitos onde cada uma tem 2 a 5 Bandos;
  • cada Bando designa-se e distingue-se por uma cor que figura no distintivo de cada Lobito e na bandeirola do Bando: branco, cinzento, preto, castanho e ruivo;
  • o patrono deles é São Francisco de Assis;
  • a cor do lenço dos Lobitos é o Azul debruado a Amarelo;

Flotilha - formada pelos Moços [7] [editar | editar código-fonte]

  • os elementos são denominados Moços e estão organizados em Tripulações de 4 a 8 elementos;
  • denomina-se Flotilha a Unidade formada pelas Tripulações de Moços onde cada uma tem 2 a 5 Tripulações;
  • cada Tripulação designa-se pelo nome de um animal marinho ou ligado à vida aquática, o Totem, cuja silhueta figura na bandeirola da Tripulação e as respectivas cores no distintivo;
  • o seu patrono é São Tiago;
  • a cor do lenço dos Moços é o Azul Claro (debruado a Branco);

Frota - formada pelos Marinheiros [8] [editar | editar código-fonte]

  • os elementos são denominados Marinheiros e estão organizados em Equipagens de 4 a 8 elementos;
  • denomina-se Frota a Unidade formada pelas Equipagens de Marinheiros, cada uma tem 2 a 5 Equipagens;
  • cada Equipagem designa-se por nome de animal, o Totem, ou um Santo da Igreja, um Benemérito da Humanidade ou um Herói Nacional, sempre com a tendência da valorização de elementos ligados ao meio náutico, cuja silhueta figura na bandeirola e no distintivo da Equipagem;
  • o seu patrono é São Pedro;
  • a cor do lenço dos Marinheiros é o Azul Escuro (debruado a Branco);

Comunidade - formada pelos Companheiros [9] [editar | editar código-fonte]

  • os elementos são denominados Companheiros e estão organizados em Companhas de 5 a 8 elementos;
  • denomina-se Comunidade a Unidade formada pelas Companhas de Companheiros, cada uma tem 2 a 5 Companhas;
  • cada Companha escolhe para patrono um Santo da Igreja, Benemérito da Humanidade ou Herói Nacional, preferencialmente ligado ao meio náutico, cuja vida os Companheiros devem conhecer e tomar como modelo de acção;
  • o seu patrono é São Paulo;
  • a cor da secção é o Branco (o lenço é branco debruado a azul escuro);
  • a cor do lenço dos Companheiros é o Branco (debruado a Azul Escuro);

Referências

  1. A Associação.
  2. História.
  3. Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas. Presidência da República Portuguesa. Página visitada em 2014-05-05. "Resultado da busca de "CorpoNacionaldeEscutas"."
  4. Gina Pereira (2014-02-16). Quase 73 mil formam a família escutista.. Jornal de Notícias. Página visitada em 2014-05-05.
  5. Organização Pedagógica.
  6. a b Lobitos.
  7. a b Exploradores e Moços.
  8. a b Pioneiros e Marinheiros.
  9. a b Caminheiros e Companheiros.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]